Proposta de reajuste salarial aos servidores é aprovado pelo Legislativo Municipal

De autoria do Executivo, projeto foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal

Comentar
Compartilhar
16 ABR 201516h13

Foi aprovado por unanimidade pelo Legislativo Municipal, na última terça-feira (14), o projeto de lei (PL) que trata do reajuste salarial aos servidores da Prefeitura de Guarujá. De autoria do Executivo, a proposta apresenta reajuste do salário-base de 7,14% sobre o piso de todos os servidores do quadro do funcionalismo; mais 8,33% no auxílio-alimentação; aumento de 50% no salário-família e mais 10% do salário – consorte (que beneficia casais, incluindo os homoafetivos).

Para o secretário de Administração de Guarujá, Juliano Oliveira de Souza, a aprovação dá continuidade à política de valorização salarial dos servidores que se iniciou em 2009. “Representa mais uma vitória dos servidores, e uma luta da nossa prefeita Maria Antonieta de Brito, que é servidora e que, por isso, entende os anseios da categoria. Trabalhamos muito para que pudéssemos apresentar uma proposta que fosse o desejo e suprisse as necessidades dos servidores”, explica.

Ainda conforme o secretário, esta era uma reivindicação da categoria, e de que o reajuste fosse contemplado agora em abril. “Já estava na mesa de negociação. E assim que apresentamos o acordo coletivo da categoria 2015/2016, os sindicatos marcaram suas assembléias e aceitaram nossa proposta”, lembrou.

O projeto de reajuste salarial foi apresentado oficialmente na última quarta-feira (8), em reunião com os sindicatos dos Funcionários Públicos da Prefeitura (Sindserv), dos Professores de Escolas Públicas Municipais (Siproem), e representantes. O encontro aconteceu no gabinete do Paço Moacir dos Santos Filho e contou ainda com a participação da secretária-adjunta de Administração, Débora Lourenço; de Finanças, Armando Palmieiri; e Executiva de Coordenação Governamental, Eliane Ribeiro, e seu adjunto, Averaldo Menezes.

Com relação às cláusulas sociais, foi sugerida a formação de grupos entre Sindicatos e Prefeitura. O objetivo é discutir os elementos da pauta de reivindicação com as respectivas pastas interessadas, em conformidade com o cronograma já iniciado e que se encontra na sua quarta reunião.