SABESP AGOSTO DESK TOPO
SABESP AGOSTO MOB

Projeto propõe ações para turismo de Itanhaém

Ideia é incentivar a vinda de turistas o ano inteiro, não só na temporada

Comentar
Compartilhar
06 JUL 2020Por Nayara Martins07h05
A ideia, segundo o coordenador do projeto, é elaborar um plano com propostas nos três setores - comercial, turístico e construção.Foto: DIVULGAÇÃO

Apresentar propostas para incrementar o turismo em Itanhaém. Esse é o objetivo do projeto "Comerciantes em ação". A ideia, segundo o coordenador do projeto, o comerciante Marcelo Zanirato, 47 anos, e ex-presidente da Associação Comercial, é elaborar um plano com propostas nos três setores - comercial, turístico e construção civil.

"O plano vem da época em que estive a frente da Associação Comercial, de 2014 a 2018, e pretendia realizar um fórum para discutir as propostas. Infelizmente, não foi possível realizar. Resolvemos propor ações nesses três pilares - o comércio, o turismo e a construção civil".

O objetivo, segundo ele, é apresentar sugestões que permitam a exploração do turismo em diversas frentes, como o ecoturismo, o religioso, o rural, o histórico, para funcionar por meio de passeios monitorados e de agências receptivas de turismo no município.

Além de incentivar a vinda de empresas nas áreas da construção civil e outras, promovendo a geração de emprego.

"Às vezes, o Poder Público vive em uma caixa fechada e não podemos depender só da prefeitura para gerar empregos. Nós, como empresários, temos que participar mais ativamente e apresentar propostas para o crescimento da cidade".

POTENCIAL.

Na opinião de Zanirato, o principal problema é que as regiões do Litoral Sul e do Vale do Ribeira não têm explorado o potencial de belezas naturais para os turistas que visitam as cidades.

O projeto, segundo ele, está colhendo propostas e sugestões para o desenvolvimento turístico e incentivo à geração de empregos. "Acredito que esse grupo de empresários vai motivar e reunir outras pessoas dispostas a colaborar com propostas para Itanhaém".

Ele cita exemplos de outras cidades, como Paraty (RJ), onde são realizados eventos religiosos e culturais, e também Brotas, no interior de São Paulo, com diversas atividades ligadas ao ecoturismo, e que recebem milhares de turistas durante o ano inteiro.

O comerciante salienta ainda que a Cidade oferece diversos atrativos turísticos e históricos, como a Cama e a Passarela do Anchieta, o Rio Itanhaém que oferece passeios de barco na área rural, mas não são bem explorados. Além da Festa do Divino, ligada ao turismo religioso, e que poderia atrair mais turistas de outros municípios.

Zanirato lembra que nos últimos oito anos, a cidade teve 12 secretários de Turismo. "Como uma cidade turística pode ir para a frente desta forma? Assim ninguém consegue dar continuidade aos projetos. O turismo é o grande diferencial, mas tem que ser tratado com mais seriedade", ressalta.

Ele acredita ser possível desenvolver ações de incentivo ao turismo aliadas à preservação do meio ambiente. "Temos que discutir as leis de Uso e Ocupação do Solo e avaliar a questão da verticalização, mas também respeitar as belezas naturais. A cidade não é mais uma vila, tem que crescer e gerar mais empregos", completa.

SUGESTÕES

O grupo pretende formatar o projeto "Comerciantes em ação" num prazo de até 40 dias. As propostas devem ser apresentadas aos futuros candidatos ao Poder Executivo, nas eleições deste ano.

Já foram divulgados nas redes sociais três vídeos, com as opiniões do comerciante Marcelo Zanirato, do cientista político Marcelo di Giuseppe e do engenheiro civil Hilman Edward Kruger, presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Itanhaém.

"Precisamos eleger representantes na Câmara Municipal que sejam mais comprometidos com o desenvolvimento da Cidade para realizar um trabalho em parceria", conclui.

Interessados em apresentar propostas ou sugestões ao projeto podem enviar para o e-mail [email protected]