Projeto evita o descarte incorreto de toneladas de itens inservíveis em PG

De janeiro a novembro deste ano, 2.500.000 toneladas de materiais já foram recolhidas

Comentar
Compartilhar
14 DEZ 2018Por Da Reportagem10h37
A ação é feita de acordo com cronograma, passando por todos os bairros da Cidade ao longo da semanaA ação é feita de acordo com cronograma, passando por todos os bairros da Cidade ao longo da semanaFoto: Divulgação/PMPG

Objetos como móveis, eletrodomésticos, colchões, sofás e utensílios domésticos que não possuem mais utilidade quando descartados em locais incorretos causam transtornos urbanos como obstruções na rede de drenagem, aspecto de local sujo, além de servir como criadouros de insetos. Para combater este problema, a Secretaria de Serviços Urbanos (Sesurb) de Praia Grande possui há mais de quinze anos o projeto Rapa Treco, que retira gratuitamente de segunda a sexta-feira o objeto na calçada do contribuinte. De janeiro a novembro deste ano, mais de 2.500.000 toneladas de materiais já foram recolhidas.

A ação é feita de acordo com cronograma, passando por todos os bairros da Cidade ao longo da semana. Para ser atendido, o morador precisa deixar o material na calçada de sua residência no dia de recolha referente ao seu endereço, até as 8 horas.

O secretário de Serviços Urbanos de Praia Grande, Katsu Yonamine, falou sobre a eficiência do serviço.

“É uma forma de o munícipe descartar corretamente objetos que não têm mais utilidade, evitando que estes materiais acabem em canais, calçadas ou terrenos baldios. A população deve entender que, ao jogar lixo em vias públicas, está prejudicando a própria saúde e o bairro onde mora”.

Apesar de grande variedade de materiais recolhidos, entulho particular, como materiais de construção civil e reformas, não são contemplados pelo projeto Rapa Treco. Nestes casos, o morador deve contratar o serviço de aluguel de caçamba em uma empresa devidamente regularizada, além de ter a opção de depositar o material em uma das 12 unidades Ecopontos espalhadas pela Cidade. Nos Ecopontos é possível descartar pequenas quantidades de entulho, ou seja, até 2 m³. As unidades funcionam de segunda a sábado, das 8 às 17 horas.

De acordo com o diretor da Divisão de Manutenção da Orla, Carlos Rodrigues Bonito Jr, algumas pessoas que não respeitam o horário de funcionamento do Rapa Treco prejudicam o serviço. “É necessário que todos coloquem os materiais antes das 8 horas na sua calçada, no dia específico do seu bairro, pois não é possível realizarmos repasse no mesmo dia, senão atrasaríamos todo o cronograma e alguns locais poderiam ficar sem atendimento”.

Confira a programação dos caminhões do Rapa treco:

Segunda-feira

Canto do Forte
Boqueirão
Guilhermina
Glória
Tupi (entre a praia e a Av. Presidente Kennedy)
Maracanã
Caiçara
Real
Flórida
Solemar
Imperador

Terça-feira

Sítio do Campo (loteamento Tude Bastos)
Aviação
Antártica
Mirim (entre a praia e a Av. Presidente Kennedy)
Ocian (entre a praia e a Av. Presidente Kennedy)
Maracanã
Caiçara
Real
Flórida
Solemar
Imperador
Samambaia

Quarta-feira

Vila Sônia
Sítio do Campo (loteamento Sítio São Sebastião)
Boqueirão
Mirim (entre a Av. Presidente Kennedy e a via Marginal)
Ocian (entre a Av. Presidente Kennedy e a via Marginal)
Tupi (entre a praia e a Av. Presidente Kennedy)
Cidade da Criança
Princesa
Melvi
Esmeralda

Quinta-feira

Anhanguera
Sítio do Campo (loteamento Guaramar)
Nova Mirim (bairro completo, com loteamento Aloha)
Canto do Forte
Mirim (entre a praia e a Av. Presidente Kennedy)
Tupi (entre a Av. Presidente Kennedy e a Via Marginal)
Ribeirópolis
Esmeralda
Samambaia

Sexta-feira

Tupi (entre a praia e a Av. Presidente Kennedy)
Ocian (entre a praia e a Av. Presidente Kennedy)
Tupiry
Quietude
Antártica (loteamentos Maxilândia e Vila São Jorge).