Projeto esportivo abre inscrições para crianças e adolescentes em Guarujá

O Escola da Bola promove atividades esportivas gratuitas na UNAERP Guarujá. Dia 26 acontece uma aula experimental aberta à comunidade, para novas inscrições

Comentar
Compartilhar
21 FEV 2018Por Da Reportagem16h50
O Projeto Escola da Bola visa propiciar vivências em diferentes esportesFoto: Divulgação/PMG

Correr, pular, mexer o corpo, brincar. Essas atividades, tão próprias da infância, vem perdendo espaço na vida das crianças, seja pelo uso crescente de dispositivos eletrônicos, seja pela falta de lugares para tais brincadeiras. Mas um projeto social na UNAERP Guarujá pretende criar esses momentos de diversão e atividade física para crianças e adolescentes de 8 a 16 anos.

Duas vezes por semana a pequena Isabele Dantas de Godoy participa do projeto Escola da Bola. Além de fazer novos amigos, ela se diverte durante as atividades propostas. “A gente faz corrida, aprende novos jogos, brinca de pega-pega, cabo de guerra... Eu gosto de fazer tudo”, confessa a menina. Para a mãe, Josinete Dantas de Souza, é uma oportunidade excelente não só para a filha dela, mas para a criançada da comunidade. “A Isabele gosta muito de fazer esportes. Aqui na UNAERP, eles estão fazendo uma atividade e se divertindo entre eles, melhor do que estarem em casa ou na rua”.

O Projeto Escola da Bola visa propiciar vivências em diferentes esportes (futsal, handebol, vôlei, basquete, futebol americano, entre outros) e à reflexão sobre como criar mais espaços para o esporte e o brincar.

Na próxima segunda-feira, dia 26, acontece uma aula experimental aberta à comunidade. Para participar, basta a criança comparecer no dia 26 de fevereiro, a partir das 18h, no Ginásio Poliesportivo da Universidade (Av. Dom Pedro I, 3300, Enseada). A iniciativa está com inscrições abertas para novas turmas. São ao todo 60 vagas, divididas em três faixas etárias: 8 a 10 anos (30 vagas), 11 a 12 anos (30 vagas) e 13 a 16 anos (30 vagas).

As aulas acontecem às segundas e quintas-feiras, das 18 às 19h, coordenadas pelos professores Carla Lughetti e Ricardo Enohi, junto com universitários do curso de Educação Física. Eles oferecem às crianças o contato com modalidades esportivas para que se divirtam, interajam, e que conheçam novos jogos, desenvolvendo a metodologia de ensino de empoderamento por meio do esporte.