Projeto de Páscoa ajuda famílias carentes em Praia Grande

Cada unidade será vendida a R$ 5,00 e uma parte da arrecadação será destinada aos programas sociais e outra divida entre os aprendizes

Comentar
Compartilhar
15 MAR 201317h41

Um projeto da Prefeitura de Praia Grande vem dando oportunidade de geração de renda para pessoas carentes da Cidade, no período da Páscoa. Durante três dias, famílias atendidas nas unidades municipais de assistência social aprenderam a produzir 1.200 colombas pascais. Cada unidade será vendida a R$ 5,00 e uma parte da arrecadação será destinada aos programas sociais e outra divida entre os aprendizes.

A iniciativa, da Secretaria de Promoção Social (Sepros) com o Fundo Social de Solidariedade (FSS), permite que os participantes do “curso rápido” possam fazer sozinhos suas colombas e tirar proveito do aprendizado.

De acordo com a chefe de Proteção Social Básica, Gisele Domingues, o projeto existe a cerca de 20 anos e, no início, eram confeccionados apenas panetones. “As pessoas são duplamente beneficiadas, já que podem aproveitar o conhecimento adquirido para trabalhar em padarias ou mesmo vender suas produções”, disse.

Morador e cozinheiro da Casa de Estar de Praia Grande, Danilo Dias, de 50 anos, diz que adora cozinhar e sempre que tem a oportunidade participa das iniciativas da padaria. “Mais do que ver o resultado final do produto, o que me dá satisfação é quando as pessoas apreciam o resultado do meu trabalho”, diz.

Já foram feitas mais de 1.200 unidades (Foto: Divulgação)

A dona de casa Suely Aparecida de Souza tem 51 anos e mora no Bairro Vila Sônia. Ela está desempregada e para saldar as contas mensais recolhe material reciclável, faz faxina e diversos outros serviços. Foi em busca de capacitação que procurou o projeto de panificação. “Parada não fico. Tenho dois filhos pequenos para criar e preciso pagar as contas”, afirma.

Colomba

Semelhante à massa de panetone, a colomba pascoal é feita com gotas de chocolate e cobertura açucarada. O doce não contém conservantes e, nas condições corretas de armazenagem, pode durar mais que uma semana.

As colombas são vendidas na Sepros (Rua Emancipador Paulo Fefin, 775, Bairro Boqueirão) ou na loja da Cidadania, localizada no Paço Municipal (Avenida Presidente Kennedy, 9.000, no Bairro Mirim). Até a Páscoa, ainda são aceitas encomendas do produto, o pedido mínimo é de 10 unidades. Os interessados podem entrar em contato pelo telefone 3496-5019.