X
Cotidiano

Projeto de combate à dengue na praia visa conscientizar donos de casas de veraneio

Até o Carnaval, agentes do controle de endemias vão fazer a orientação

O intuito é reforçar a importância dos cuidados nos imóveis – que normalmente ficam fechados fora da temporada – a fim de evitar criadouros do mosquito Aedes aegpyti / Divulgação / PMG

Em Guarujá, o combate à dengue também é realizado nas praias. Trata-se do Projeto Verão, em que agentes do controle de endemias da Prefeitura percorrem as praias da Cidade, para conscientizar os donos de casas de veraneio que passam as férias na Cidade.

O intuito é reforçar a importância dos cuidados nos imóveis – que normalmente ficam fechados fora da temporada – a fim de evitar criadouros do mosquito Aedes aegpyti, transmissor da dengue, chikungunya e zika. A realização é da Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde.

A ação teve início agora em janeiro e deve prosseguir até o Carnaval. Além dos agentes, a equipe também terá uma tenda na praia disponibilizando orientações, material informativo, cartilhas, e até uma maquete mostrando como se formam os criadouros.

Segundo a coordenadora de combate à dengue da Secretaria de Saúde de Guarujá, Ana Lúcia Gama da Cruz, o objetivo do Projeto é orientar as pessoas que possuam imóveis na Cidade e que desfrutam o período de férias no município. “Queremos orientá-los de como é importante eles prepararem suas casas antes de irem embora”, destacou.

Ela explica que os agentes recomendam algumas dicas como: ver se a caixa d´água está sem tampa; se a bomba da piscina possui vazamento; se os ralos estão tampados/telados; se as calhas e a saída do ar condicionado apresentam acúmulo de água, ou algum outro recipiente, por menor que seja e até esquecido no quintal, por exemplo, pode ser o local perfeito para se tornar um criadouro.

“Mesmo a Cidade sem maiores problemas envolvendo as casas de veraneio, este é um trabalho de conscientização que reforçamos nesta época do ano. E uma prevenção importante para que, quando os turistas forem embora não deixem o problema aqui para a população”, frisou Ana.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

SAÚDE

Hospital investe meio milhão de reais em equipamento para cirurgias no Guarujá

A Cios Select, máquina projetada para realizar intervenções cirúrgicas menos invasivas, beneficiará aproximadamente 200 pacientes por mês

Franquia de escola de inglês promete faturamento de R$ 25 mil por mês

Formato home based não precisa de muito investimento e é tendência após a pandemia

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software