X
Cotidiano

Projeto contra erosão na Ponta da Praia será explicado em evento

A apresentação caberá aos doutores da Unicamp, Tiago Zenker Gireli e Patrícia Dalsoglio Garcia, autores da nota técnica que embasa o planejamento

Os detalhes serão explicados amanhã na Sociedade de Melhoramentos do bairro / Divulgação/PMS

Detalhes do projeto piloto para reduzir os impactos do processo erosivo da Ponta da Praia, em Santos, serão apresentados à população amanhã, às 19h, na Sociedade de Melhoramentos do bairro (Rua Maestro Heitor Villa Lobos, 160). O evento é aberto a todos os ­interessados.

A apresentação caberá aos doutores da Unicamp, Tiago Zenker Gireli e Patrícia Dalsoglio Garcia, autores da nota técnica que embasa o planejamento. Eles irão explicar como funcionará a barreira planejada para ser instalada no mar.

O projeto piloto da Ponta da Praia, anunciado pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) no último dia 6, é a continuação dos estudos que apontarão a solução definitiva para o acentuado processo erosivo observado no local.

A proposta consiste da construção de duas estruturas submersas (uma que segue mar adentro por 275 metros e outra paralela ao muro, em direção ao Canal 6, com 240 metros de extensão) formadas por bags de tecido geotêxtil e que serão preenchidas com areia da praia. A barreira servirá também para minimizar a erosão e os danos causados pelas ressacas.

A implantação do projeto piloto, que custará quase R$ 3 milhões, será em dezembro e janeiro e deve ser concluída em 40 dias. A definição do período de intervenção está baseada em estudos que apontam esses meses com o menor risco de ressacas. Para garantir a segurança dos frequentadores da praia será necessário interditar um trecho da faixa de areia.

O recurso para a execução do projeto piloto foi liberado pelo Ministério Público Estadual e é resultado de multa ambiental por acidente ocorrido no Porto de Santos. O valor estava depositado no Fundo Municipal de Meio Ambiente e definido para este fim.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Guarujá

Força-Tarefa de Guarujá atende uma ocorrência de perturbação de sossego por hora

Média corresponde ao período de 20 de outubro a 20 de novembro, no qual foram atendidos 805 chamados dessa natureza em Guarujá

Brasil

Morre a atriz Mila Moreira aos 72 anos, no Rio de Janeiro

Causa da morte não foi divulgada

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software