Projeto AMAR encerra programação levando alegria aos alunos de ensino infantil da rede municipal

Foram mais de 40 apresentações teatrais em escolas, creches e entidades do Município

Comentar
Compartilhar
21 MAR 201417h50

Após cinco meses de atividades lúdicas, o projeto AMAR. (Atividades Motoras e Ações Recreativas) encerrou a programação na última quinta-feira (20), em Guarujá. Foram mais de 40 apresentações teatrais, com o objetivo de levar alegria à rotina escolar das crianças da rede municipal de ensino infantil. A iniciativa é da Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação.

As crianças de 0 a 4 anos usufruíram da apresentação teatral: “Brincando com Vinícius de Moraes”. A peça, produzida pelos educadores de cada unidade, trouxe uma cultura da literatura de maneira lúdica, com detalhes que chamaram a atenção dos alunos. O Projeto foi finalizado na EM Vicentina Lamas (Parque Estuário).

A coordenadora de projetos especiais de educação infantil da Seduc, Cátia de Souza Silva, diz que a elaboração do teatro foi uma maneira de aproximar os alunos da cultura brasileira. “As apresentações integram as crianças desde cedo em um universo chamado literatura. A imaginação aguçada de todos colabora para a aprendizagem em sala de aula”.

O projeto é uma iniciativa da Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação (Foto: Raimundo Nogueira/PMG)

Além das 19 escolas municipais e 14 núcleos de educação infantil (Neims), a sessão de pediatria do Hospital Santo Amaro (HSA), o Asilo Santa Rosa, a Associação de Amigos do Lar do Menor Assistido (Alma) e a Casa do Menor, foram gratificadas com a peça.

Segundo a professora do Neim Mauro Aprígio, Cleide Ribeiro dos Santos, a criatividade e dedicação “das atrizes” na apresentação são importantes. “Os alunos ficam encantados pelo modo de como a história é contada. A interação das personagens faz com que a imaginação das crianças fique mais sensível”.

Diversas atividades compuseram a programação do projeto: motricidade, jogos, rodas de conversa e poesia, histórias com recursos visuais, músicas, construção de brinquedos, massagem, recreação, além de atividades corporais, de percepção auditiva e estimulação sensório-motora, que possibilitam um aprendizado e qualidade de vida dos educadores durante a permanência nos núcleos municipais.

A secretária de Educação, Priscilla Maria Bonini Ribeiro, ressalta o empenho dos educadores e os temas trabalhados pelo Projeto. “Parabéns a todos os envolvidos, por inovarem a cada tema. Sem dúvida, percebemos o belo resultado do AMAR através do sorriso de cada criança da nossa rede, que é a maior beneficiada. E a Seduc tem esse cuidado com os alunos, pois visa sempre garantir o aperfeiçoamento do processo de ensino e aprendizagem”.