Programa Banda Escola de Cubatão abre inscrições dia 2 de março

Podem participar estudantes com idades entre 7 e 16 anos, que estejam matriculados no ensino regular fundamental e médio

Comentar
Compartilhar
25 FEV 201515h24

O Programa Banda Escola de Cubatão – BEC – abre inscrições para novos alunos de 2 a 6 de março. Os interessados devem preencher a ficha de inscrição no prédio do BEC, que funciona dentro do Novo Anilinas, entrada pela Av. Nove de Abril (Av. Nove de Abril, 2275), das 9h às 11h30, e das 14h às 16h. Devem estar acompanhados pelos pais ou responsáveis e levar documento de identidade e comprovante de residência.

Desta vez, podem participar estudantes com idades entre 7 e 16 anos, que estejam matriculados no ensino regular fundamental e médio. São oferecidas vagas para musicalização infantil, onde as crianças aprendem desde as primeiras notas musicais, além de instrumentos musicais como flauta, oboé, clarineta, saxofone, fagote, trompa, trompete, trombone, eufônio, tuba, percussão, violino, viola, violoncelo e contrabaixo.

A coordenação do Programa BEC optou por não divulgar o número total de vagas. “Buscaremos o maior aproveitamento possível dos inscritos com o objetivo de promovermos um maior acesso ao universo instrumental de sopros, cordas e percussão”, afirmou Germano Blume, coordenador geral do Programa Banda Escola.

O Programa Banda Escola de Cubatão – BEC – abre inscrições para novos alunos de 2 a 6 de março (Foto: PMC)

Blume destaca, ainda, que no ato da inscrição, os candidatos responderão a um questionário onde poderão optar por mais de um instrumento musical por ordem de preferência. Caso a primeira escolha já tenha sido esgotada, poderá ser encaminhado para outra, e assim sucessivamente.

O maestro Roberto Farias, coordenador dos Grupos Artísticos da cidade, informa que as vagas para os cursos de Dança e Canto Coral serão abertas em uma segunda etapa. “No que diz respeito à Dança, queremos investir nos estágios médio e avançado, visando atender a demanda dos Grupos como Cia de Dança e Corpo Coreográfico.

A preocupação do maestro é pertinente, afinal, o Programa BEC foi criado para suprir a mão de obra de músicos, cantores e bailarinos dentro dos Grupos Artísticos de Cubatão. A qualificação desses jovens continua sendo o alvo da escola livre. A sugestão para que o estudante conheça outros instrumentos musicais, além dos usuais e já conhecidos como violino, flauta, percussão, visa um melhor aproveitamento da disponibilidade dos jovens ingressantes, sem esquecer do cumprimento da função social do BEC, que é atender a comunidade.