SABESP AGOSTO DESK TOPO
SABESP AGOSTO MOB

Produtores rurais realizam drive-thru em Itanhaém

Interessados podem escolher diversos tipos de verduras, legumes e frutas cultivados pelo pequeno produtor rural do município

Comentar
Compartilhar
13 JUN 2020Por Nayara Martins07h20
Alfaces, escarolas, beterrabas e outras hortaliças são oferecidas na Barraca do Produtor, por meio de drive-thru ou pessoalmenteFoto: Nair Bueno/DL

Um novo espaço para a venda de verduras, legumes e frutas orgânicos foi lançado pelos produtores rurais em Itanhaém. É a Barraca do Produtor, que já está em funcionamento na região central do município, todas as quartas-feiras, das 10 às 14 horas. Os alimentos podem ser adquiridos pelo sistema drive-thru ou pessoalmente.

Interessados podem escolher diversos tipos de verduras, legumes e frutas cultivados pelo pequeno produtor rural do município. São alimentos orgânicos e hidropônicos, mais saudáveis e sem agrotóxicos.

A iniciativa surgiu com a ideia de evitar aglomerações de pessoas nesse período de pandemia e é resultado de uma parceria entre a Associação dos Produtores Rurais, Pescadores Artesanais, Aquicultores e Indígenas de Itanhaém (Amibra) e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, por meio do departamento de Agricultura.

Marcos Gonçalves de Jesus, presidente da Amibra e agricultor, explica que o objetivo é ajudar os pequenos agricultores a venderem seus produtos. "É uma forma de escoar nossos alimentos com a venda direta ao consumidor".

São oferecidos alface, escarola, beterraba, repolho, couve, salsa, palmito e banana, além de nhoque e doces caseiros. Participam oito pequenos produtores rurais, da região do Mambú, que cultivam hortaliças e frutas.

Marcos de Jesus conta que, no início da pandemia, houve uma queda nas vendas dos alimentos em cerca de 50%. "Agora é que estamos recuperando os negócios. Tanto para os agricultores como para o cliente é um benefício, pois o produto é fresquinho e o manuseio é direto do produtor. Além de os preços serem bastante acessíveis".

Um exemplo é a alface e a escarola hidropônicas que são vendidas a R$ 2,50, e ainda a dúzia da banana e o maço de couve, a R$ 3,00. Já o maço com quatro beterrabas sai a R$ 5,00.

Ele garante que todos seguem as medidas de segurança e de higiene, como usar máscaras, álcool em gel e luvas.

A diretora do departamento de Agricultura, Thaís Muraro, acrescenta que além do sistema de drive thru, a barraca também é uma alternativa para quem não pode ir aos sábados na Feira do Produtor, além de ser uma forma de escoar os produtos.

"É mais uma opção à população que procura o produto orgânico, por ser mais saudável e sem toxidade."

Segundo Thaís, na Baixada Santista, essa é a primeira iniciativa de vendas de alimentos por meio de drive-thru. Os agricultores familiares de Peruíbe também já estão adotando a mesma estratégia.

O novo espaço é aberto a todos os produtores rurais da Cidade que cultivam alimentos orgânicos e hidropônicos. Eles também vendem parte da produção ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da prefeitura, destinada às famílias mais vulneráveis do município.

Público fiel

Uma das freguesas é a dona de casa Inez Macedo, de 50 anos. "Os alimentos são bem mais saudáveis e de qualidade. Já comprei banana e alface, mas também já levei palmito e outras hortaliças".

Outro cliente fiel é o construtor Eranildo Bastos, de 37 anos. "São produtos orgânicos, de mais durabilidade e com um preço bem acessível. Costumo comprar couve, repolho e alface".

A barraca coletiva funciona no final da rua Cunha Moreira, no Centro.

Feira do Produtor

A Feira do Produtor é também conta com a presença de produtores rurais e artesãos. Lá podem ser encontrados alimentos orgânicos, convencionais e hidropônicos. Funciona aos sábados, das 8 às 13 horas, no estacionamento da prefeitura de Itanhaém.