X
Cotidiano

Procon reúne-se dia 13 com o MPF para defender vítimas do roubo da Caixa

O encontro foi solicitado pelo órgão de defesa do consumidor e a reunião será na sede do Ministério Público Federal

Audiência será realizada no dia 13, às 15h / Divulgação/PMS

O Procon-Santos tem audiência dia 13, às 15h, com o procurador da República Roberto Farah Torres, com o objetivo de buscar uma solução para as vítimas do roubo na Caixa Econômica Federal. O encontro foi solicitado pelo órgão de defesa do consumidor e a reunião será na sede do Ministério Público Federal (Avenida Washington Luís, 452, Gonzaga).

Entre janeiro e fevereiro deste ano o Procon realizou três mutirões nos quais cerca de 2.300 pessoas apresentaram documentos das joias que estavam sob a responsabilidade do banco e acabaram furtadas em dezembro do ano passado.

A Caixa não tinha seguro, nem fotografia das joias. A instituição financeira não revelou o total de vítimas e a quantidade de joias que estavam em seu cofre. O impasse é porque o banco pretende pagar apenas o valor que consta no contrato e quem se sentir prejudicado que procure a Justiça.

O Procon entende que o contrato é danoso ao consumidor e que a postura do banco vai empurrar milhares de munícipes ao Judiciário, o que vai na contramão do que o sistema busca, que é a conciliação.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ELEIÇÕES 2022

Janones critica 'arrogância' de discurso da esquerda no Twitter

'Arrogância de setores da elite intelectual não lhes permite compreender que João Gomes forma mais opinião que Chico e Caetano', escreveu

Meio Ambiente

Desmatamento na Amazônia caminha para se tornar incontrolável, dizem especialistas

Com os níveis atuais de desmatamento registrados -com diversos meses com destruição amazônica acima dos 1.000 km²-, os compromissos climáticos internacionais do Brasil podem ficar em xeque, especialmente a redução da emissão de gases-estufa

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software