X
Cotidiano

Procon Guarujá notifica Sabesp por falta d´água em alguns bairros da Cidade

Empresa tem 48 horas para prestar os devidos esclarecimentos junto ao órgão municipal

Sabesp tem agora um prazo de 48 horas para prestar os devidos esclarecimentos / Agência Brasil

O Procon Guarujá notificou a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) na tarde desta quarta-feira (2). O motivo são os transtornos gerados aos munícipes e turistas pela falta de água em alguns bairros de Guarujá, que ocorre desde o dia 31 de dezembro de 2018.

Com a medida, a Sabesp tem agora um prazo de 48 horas para prestar os devidos esclarecimentos, o que deve ser feito por meio de um relatório oficial justificando a interrupção do fornecimento de água, em diversos pontos da Cidade, que até o momento, não foi restabelecida por completo.

O diretor do Procon Guarujá, José Roberto Mendez Reinaldo, explica a ação da Prefeitura. "Com a medida, a Sabesp fica agora obrigada a apresentar relatório com os resultados do controle de pressão, além de fornecer informações quanto à existência de plano de ações para emergências e contingências no que diz respeito ao abastecimento". Após o recebimento e análise da resposta da empresa, outras providências poderão ser adotadas podendo a Sabesp, inclusive, ser multada.

Serviço

O Procon orienta aqueles que tiveram problemas com o abastecimento de água registrar sua reclamação em nossos canais de atendimento informando dia, hora e período da interrupção. O órgão fica na Avenida Adhemar de Barros, 218/222 - Santo Antônio. Informações pelo telefone: 3355 6648.

Sabesp

Em nota, a Sabesp informa que vem mantendo o abastecimento de água nas nove cidades da Baixada Santista. No entanto, durante a alta temporada de verão é comum encontrar situações que interferem no consumo interno de um imóvel. A mais comum é a superlotação de casas e prédios, onde as instalações hidráulicas e caixas d'água (equipamento obrigatório inclusive para suprir a demanda durante manutenções do sistema) não atendem ao número de ocupantes. Verificam-se casas para até cinco pessoas, abrigarem 20 a 30 pessoas. O desperdício ainda é uma prática em dias de temperaturas mais elevadas, quando se vê banhos de mangueira e água de piscina sendo descartada todos os dias, gerando um aumento abrupto no consumo. Além das áreas de moradias irregulares, onde a Companhia é impedida por lei de prestar serviços, que desviam água irregularmente, prejudicando o fornecimento local.?

A companhia recebeu a notificação do Procon e tem 48 horas para responder sobre o fornecimento de água. Mesmo assim, a empresa reforçou suas equipes de plantão e assim foram vistoriados os endereços em que se registrou alguma ocorrência, dispondo de caminhões-pipa para atendimento emergencial e técnicos para realizar intervenções como limpeza ou reparos de ramais e redes, a fim de melhorar a situação. Por isso é essencial o uso racional da água para o abastecimento a todos.?

O serviço gratuito de atendimento telefônico segue à disposição da população durante 24 horas, no 0800-0550195.?

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Transporte público pode parar em Cubatão

A Viação Fênix, que opera o transporte coletivo no Município, não assinou, até esta segunda-feira (25), o acordo coletivo acertado verbalmente com o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários

Após tropeços contra nanicos, Santos tem tabela indigesta contra fuga da queda

A derrota por 2 a 0 para o América-MG foi apenas mais um dos seguidos tropeços contra rivais mais modestos

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software