Procon Guarujá e Fundação SP fiscalizam estabelecimentos nesta quinta

Ação visa identificar possível aumento abusivo de produtos como cestas básicas, considerando o aumento da demanda em virtude da Covid-19

Comentar
Compartilhar
25 JUN 2020Por Da Reportagem07h23
O objetivo da ação é coibir o aumento abusivo de alguns itens da cesta básicaFoto: DIVULGAÇÃO

O Procon Guarujá volta a realizar nesta quinta-feira (25), a fiscalização em mercados e farmácias para verificar possíveis preços abusivos, devido à pandemia do novo coronavírus. Mais uma vez, a ação será feita em parceria com a Fundação Procon de São Paulo.

A partir das 10 horas, os fiscais sairão da sede do Procon, na Avenida Adhemar de Barros, 218/222, no bairro Santo Antônio. Ao todo, já foram feitas seis constatações e seis notificações aos estabelecimentos que precisaram apresentar as notas fiscais dos últimos três meses, no prazo de sete dias.

O objetivo da ação é coibir o aumento abusivo de alguns itens da cesta básica, como por exemplo, arroz, feijão, leite, batata e tomate, pois a procura por mercadorias do gênero aumentou com a pandemia.

"É importante que o consumidor esteja sempre atento aos valores e, em caso de mudanças extremas no valor da mercadoria, fotografar e fazer a denúncia no Procon. Além disso, é importante sempre estar atento ao que diz o Código de Defesa do Consumidor (CDC), pois muitas vezes as pessoas acabam enganadas por não conhecerem seus direitos", afirma o diretor do Procon de Guarujá, Alexandre Cardoso.

Para outras situações como imposição ou cobrança abusiva ou indevida, o consumidor deve ligar para os telefones (13) 3358-2530 e (13) 3387-3171 para mais orientações ou agendar atendimento presencial, que acontece de segunda à sexta-feira, das 9 às 17 horas.