Principais saídas da Baixada estão bloqueadas por conta de atos da Greve Geral

Atos da Greve Geral desta sexta-feira tiveram início por volta das 5h; ônibus não estão circulando na região

Comentar
Compartilhar
28 ABR 2017Por Da Reportagem06h08
Manifestantes atearam fogo em pneus na Rodovia Cônego RangoniFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Os protestos marcados para hoje na Baixada Santista já começam a causar reflexos no trânsito. Os atos fazem parte da greve geral, convocada em todo o território nacional contra as reformas trabalhistas, previdenciárias e de terceirização propostas pelo Governo.

Os bloqueios começaram por volta das 4h da manhã, quando manifestantes paralisaram a divisa da praia entre Santos e São Vicente. A Entrada de Santos pela Avenida Martins Fontes também foi fechada na altura da escola Maria Patrícia.

Por volta das 5h30, sindicalistas e estivadores bloquearam a Avenida Antônio Padro em ambos os sentidos (Ponta da Praia e Valongo) na altura do Ecoporto. Os sindicalistas afirmam que o Porto será paralisado por 12 horas e outros pontos de interdição serão feitos ao longo do dia. Dezenas de caminhões já formam fila na Avenida Perimetral.

A rodovia Cônego Domenico Rangoni (ligação da via Anchieta com Guarujá e Cubatão) também está interditada no viaduto na entrada do polo industrial. Os manifestantes colocaram fogos em pneus e a Polícia Militar já atua no local. 

Tráfego congestionado também do km 38 ao km 40 da Via Anchieta sentido Santos em virtude das manifestações na Baixada.

Os ônibus não circulam em Santos, São Vicente e Cubatão. 

*Com informações de Daniela Origuela