Corona2

URGENTE: Primeiro caso de coronavírus na Região é confirmado em Peruíbe

Caso foi confirmado na manhã desta sexta-feira (20); uma morte é investigada em Santos

Comentar
Compartilhar
20 MAR 2020Por Da Reportagem12h12
Peruíbe registrou o primeiro caso na Baixada SantistaFoto: Divulgação

A Vigilância Epidemiológica de Peruíbe informa que no início da manhã desta sexta-feira (20) saiu o resultado do primeiro caso confirmado do coronavírus (COVID-19) no município. Trata-se do primeiro caso de Covid-19 confirmado na Baixada Santista.

Mais informações serão dadas assim que tivermos mais atualizações.

Morte será investigada

A Seção de Vigilância Epidemiológica de Santos investigará um óbito de paciente, de 62 anos, que estava internado na Sala de Emergência da UPA da Zona Noroeste. O paciente com quadro associado de diabetes mellitus deu entrada na unidade, no último dia 17, e faleceu na noite de quarta-feira (18), tendo a suspeita do novo coronavírus (Covid-19) apontada no atestado de óbito devido aos sintomas similares da doença.

As amostras colhidas do paciente durante a sua internação serão analisadas pelo Instituto Adolfo Lutz (IAL), laboratório estadual de referência para o diagnóstico, devendo ter prioridade para o resultado, com estimativa de 2 a 5 dias para conclusão. O paciente não tinha histórico de viagem ao exterior nem de contato com casos suspeitos ou confirmados da doença.

Segundo consta no Cadastro Nacional de Saúde, ele é residente de Praia Grande, mas informou à UPA endereço de imóvel localizado na Zona Noroeste de Santos, o que está sendo apurado pelas equipes de saúde do Município.

Até o momento, não há casos confirmados da Covid-19 em Santos. Nesta quinta-feira (19), a Seção de Vigilância Epidemiológica (Seviep) de Santos recebeu do Instituto Adolfo Lutz (IAL) 17 descartes de casos suspeitos da doença. Com as novas notificações repassadas pelas unidades de saúde (públicas, filantrópicas e particulares), a Cidade monitora agora 101 casos suspeitos entre moradores de Santos. Deste total, 11 pacientes estão internados em hospitais, sendo sete deles em leitos de UTI.