Previsão indica calor de 30°C, mas frente fria trará chuva e baixas temperaturas

Nas praias as máximas ficam perto dos 30°C nesta quarta-feira (8), segundo o site Climatempo

Comentar
Compartilhar
08 SET 2021Por Folhapress18h02
Temperaturas devem cair a partir de sexta-feira em toda a Baixada Santista e chuva forte pode atingir a RegiãoTemperaturas devem cair a partir de sexta-feira em toda a Baixada Santista e chuva forte pode atingir a RegiãoFoto: NAIR BUENO/DIÁRIO DO LITORAL

O sul do Brasil se prepara para enfrentar grandes chuvas e rajadas de vento que podem chegar até 100 km/h nesta semana, enquanto o sudeste deve enfrentar a chegada de uma frente fria nos próximos dias, que deve derrubar as temperaturas.

A situação é de alerta no Sul do país. As chuvas sentidas durante o feriado ainda persistem sobre o Rio Grande do Sul e há condições para temporais, principalmente no período da manhã. O sul do Paraná e o estado de Santa Catarina também deverão sentir pancadas e, de acordo com a Defesa Civil catarinense, devido à formação e deslocamento de um ciclone extratropical entre o Uruguai e o Rio Grande do Sul, o estado pode sentir eventual granizo entre esta quinta-feira (9) e sexta (10).

As rajadas de vento na região ficam entre 50 km/h e 80 km/h, mas no litoral gaúcho podem chegar aos 100 km/h, segundo a Climatempo.

As chuvas perdem força no fim da semana e o ar seco de origem polar deverá provocar queda de temperaturas. A partir de sexta-feira (10), as madrugadas poderão sofrer geadas, especialmente na serras gaúchas e catarinenses. As menores temperaturas devem ficar abaixo dos 16°C, ao centro-sul do Paraná, 8°C em Santa Catarina e norte do Rio Grande do Sul. Já no sul do estado gaúcho, as mínimas giram em torno de 10°C a 12°C, podendo ocorrer geada fraca na região.

Altas temperaturas, no entanto, serão sentidas no sudeste do país. Com um clima pré-frontal, ou seja, que precede a chegada de uma frente fria, São Paulo enfrentará um clima mais seco e quente durante a semana. Nas praias as máximas ficam perto dos 30°C nesta quarta-feira (8) e, segundo a Climatempo, o interior do estado tem a previsão de ter máximas entre 35 e 39°C. A umidade relativa do ar vai ficar abaixo dos 30% em praticamente todo estado, inclusive na região da Grande São Paulo. Nas regiões mais ao centro-norte e oeste, os valores podem chegar a 20%, acendendo um alerta.

A mudança começa a surgir a partir desta quinta (9), com o avanço da frente fria. As regiões sul e oeste do estado poderão sentir algumas chuvas, enquanto na capital o sol ainda predomina e faz calor. A previsão é que as chuvas comecem pela tarde. Segundo o InMet, os maiores acumulados podem alcançar a faixa dos 40 mm em São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. A previsão é que a semana termine com temperaturas mais baixas nestas localidades.

Já as regiões do centro-sul do Mato Grosso do Sul, o leste de Goiás e Distrito Federal não deverão sentir temperaturas menores que 18ºC, segundo o InMet. No entanto, a partir dessa quarta-feira (8), a previsão é que o Mato Grosso e o Mato Grosso do Sul enfrente algumas pancadas de chuva.

Segundo a Climatempo, uma mudança na circulação de ventos associada a formação de uma frente fria deve espalhar nuvens para os dois estados, provocando chuvas isoladas com raios. A precipitação prevista para a região, segundo o InMet, está na faixa de 30 mm a 50 mm durante a semana.

Na segunda (6), Brasília registrou uma das temperaturas mais altas do ano, de acordo com a Climatempo. A máxima atingiu 33,8ºC com umidade do ar em torno de 17%. Apesar das chuvas nos estados vizinhos, a previsão é que nas demais áreas da região Centro-Oeste, o tempo continue firme, seco e quente.

No norte do Brasil, a previsão é de que o clima permaneça quente e chuvoso. Segundo o InMet, a previsão de maior chuva está no noroeste do Amazonas, Roraima e oeste do Pará, podendo alcançar índices de 70 mm. As menores temperaturas da região variam entre 22°C e 28ºC.