Presidentes de Câmaras da Baixada formam frente para buscar melhorias para a região

Objetivo é cobrar soluções para problemas da Saúde regional e a geração de emprego e renda

Comentar
Compartilhar
24 FEV 2021Por Da Reportagem18h28
Já ficou acertado que os encontros acontecerão em todas as cidades da Baixada. O próximo será em Santos.Já ficou acertado que os encontros acontecerão em todas as cidades da Baixada. O próximo será em Santos.Foto: DIVULGAÇÃO

Seis dos 9 presidentes das Câmaras de Vereadores da Baixada Santista se reuniram ontem na sede do Poder Legislativo cubatense para discutir em conjunto soluções para os problemas que as cidades da região têm em comum.

No encontro, que foi uma iniciativa do presidente da Câmara de Cubatão, Ricardo Queixão, os parlamentares acertaram que vão juntos ao Governo do Estado cobrar melhorias do Sistema CROSS (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde), que há anos é alvo de críticas por dificultar o acesso de pacientes a vagas dos hospitais da região.

Além disso, também ficou definido que a Baixada precisa agilizar o processo de vacinação contra a covid-19 que, segundo os presidentes, está ocorrendo de forma muito lenta. Eles acreditam que a vacinação em massa é um dos pilares que vão sustentar a retomada econômica na região.

Nos próximos dias os parlamentos da região devem apresentar uma agenda de prioridades de seus municípios. Um deles que foi unanimidade na reunião desta quarta-feira é a geração de emprego e a atração de novos investimentos para a região.

“Vivemos em uma região metropolitana, com problemas em comum, que precisam ser solucionados em conjunto. Já definimos que vamos ao Governo do Estado, ao Governo Federal e também buscaremos novos investimentos para os nossos municípios. Precisamos urgentemente desenvolver a nossa economia, gerar emprego e garantir a saúde da população”, declarou Ricardo Queixão, ao fim da reunião.

Já ficou acertado que os encontros acontecerão em todas as cidades da Baixada. O próximo será em Santos.
Participaram, além de Queixão, os presidentes das Câmaras de Santos, Adilson Júnior, de Peruíbe, Rafael Vitor, de São Vicente, professor Thiago Alexandre, de Mongaguá, Baianinho e de Itanhaém, Silvinho Investigador.