Presidente Bernardes receberá investimentos de R$ 137 milhões

As informações foram transmitidas ontem na sede da empresa, durante visita inédita da imprensa. Os recursos irão principalmente para o aumento da eficiência operacional

Comentar
Compartilhar
09 MAR 2018Por Rafaella Martinez09h00
Dos 27 milhões de litros de petróleo processados por dia, 39% são oriundos do pré-salFoto: Agência Brasil

A Refinaria Presidente Bernardes de Cubatão (RPBC) receberá investimentos de R$ 137 milhões neste ano, conforme o Plano de Negócios e Gestão (PNG) 2018-2022 da companhia. As informações foram transmitidas ontem na sede da empresa, durante visita inédita da imprensa. Os recursos irão principalmente para o aumento da eficiência operacional.

Com capacidade para processar 27 milhões de litros de petróleo por dia - sendo 39% proveniente do pré-sal - a RPBC produz atualmente 8% do total de refino de derivados do país. O objetivo é aperfeiçoar, acima de tudo, a área da segurança e da gestão financeira da unidade - uma das mais maiores empresas do polo industrial de Cubatão e que foi responsável pelo repasse de R$ 37,6 milhões em IPTU e ISS em 2017 para o município, além de R$ 60 milhões em royalties.

Somente a produção de gasolina, de quase 6,8 milhões de litros por dia, é suficiente para abastecer 135 mil veículos – 20 vezes o que existe hoje de produção. Com mais de 7 milhões de litros de diesel  produzidos todos os dias na unidade, também seria possível encher o tanque de quase 18 mil carretas. A RPBC produz ainda uma série de derivados, como gás de cozinha (GLP), gás natural e gasolinas Premium e Pódium – sendo responsável por 80% da produção nacional da última. Além disso, é a única refinaria do Brasil a produzir gasolina de aviação, capaz de abastecer aviões de pequeno porte da área agrícola.

Por ser uma refinaria costeira, próxima ao porto de Santos, a RPBC atende parte do mercado de cabotagem (Regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Sul), além da Baixada Santista e da Grande São Paulo. Também é fornecedora local exclusiva de matéria-prima para algumas empresas de Cubatão, como a Petrocoque (coque verde de petróleo) e a Fosfértil (gás residual de refinaria).

Histórico

A RPBC ocupa uma área de 6,5 quilômetros quadrados no sopé da Serra do Mar e faz 63 anos no dia 16 de abril. Ao longo de décadas, desenvolveu ações que contribuem para a melhoria da qualidade de vida das comunidades por intermédio de patrocínios a projetos em parceria com entidades sociais da região e ações de relacionamento comunitário.

Um dos instrumentos sociais da refinaria é o Painel Comunitário, realizado bimestralmente na própria unidade, com a representatividade de 98 associações de bairro e ONGs. Nele são abordados temas relativos à segurança, ao meio ambiente e à saúde, com a discussão de eventuais ações sociais, fomentando o protagonismo das lideranças comunitárias.  

O petróleo produzido nas plataformas é transportado por navios petroleiros até o Terminal Marítimo de São Sebastião. De lá, é escoado para a refinaria através de um duto.