Prefeitura lança programa de Apadrinhamento Afetivo

Evento acontece na terça-feira (31), às 18 horas, no Sesc Bertioga

Comentar
Compartilhar
26 JUL 2018Por Da Reportagem21h38

Na próxima terça-feira (31), às 18 horas, no Sesc Bertioga, a Prefeitura lança o projeto AKITÃ - Apadrinhamento Afetivo, partindo de iniciativa do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Renda. A estimativa é que existam cerca de 15 crianças e adolescentes aptos a serem apadrinhados na Cidade.

O programa de apadrinhamento é direcionado a crianças e adolescentes na faixa etária entre 05 e 17 anos, acolhidos em instituições da cidade e que possuem vínculos familiares fragilizados ou rompidos com chances remotas de adoção ou reintegração familiar. Os jovens nessa faixa etária são os que não têm o perfil de adoção mais procurado pelos candidatos a adoção.

O objetivo é criar e estimular a manutenção de vínculos afetivos dos envolvidos, ampliando as oportunidades de convivência familiar e comunitária proporcionando-lhes experiências afetivas no bojo de outras famílias, numa tentativa de recuperarem a autoestima e fortalecimento das suas relações sociais, visando a formação de adultos cidadãos, autônomos e melhores preparados para a vivência do cotidiano.

O evento é aberto à comunidade e os presentes participarão de roda de conversa com técnicos para tirar todas as dúvidas. No processo de apadrinhamento, depois de manifestar interesse na adoção, os padrinhos passam por entrevistas, e são encaminhados ao Poder Judiciário. Qualquer pessoa acima de 18 anos está apta a apadrinhar.