X

Cotidiano

Prefeitura de Santos estuda extinguir três autarquias santistas

A decisão estaria dentro de um pacote de corte de gastos, que estaria previsto para ser anunciado nos próximos dias

Carlos Ratton

Publicado em 09/11/2018 às 08:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A Fupes (dentro da Arena Santos) é responsável pelo gerenciamento dos esportes de competição / Rodrigo Montaldi/Arquivo DL

A informação é extraoficial, mas a Prefeitura de Santos estuda a extinção da Fundação Pró-Esportes (Fupes), a Fundação Arquivo e Memória de Santos (Fams) e o Parque Tecnológico. A decisão estaria dentro de um pacote de corte de gastos, previsto para ser anunciado nos próximos dias. O motivo seria custo-benefício - valores gastos com a folha de pagamento não estariam equilibrados com o número de projetos e beneficiários.

Ontem, a Administração não chegou a negar a informação. Após ser questionada por volta do meio dia, a Administração levou cinco horas para responder apenas que “não há nenhuma decisão acerca de eventual enxugamento da máquina administrativa”. A Prefeitura completa ainda dizendo “que realiza continuamente estudos para garantir a melhoria da eficiência das suas atividades”.

A Administração não respondeu, por exemplo, quantos funcionários existem em cada um dos órgãos mencionados e qual o repasse para pagar a folha de cada um – informações necessárias para avaliar o custo que cada autarquia representa ao Município.     

A Fupes (dentro da Arena Santos-foto) é responsável pelo gerenciamento dos esportes de competição e concede auxílio financeiro mensal aos atletas por meio do Projeto Adote um Atleta. Promove a integração de todas as modalidades esportivas que representam Santos nos Jogos Abertos, Regionais e da Juventude, e outras competições em níveis nacionais e internacionais. Fica na Avenida Rangel Pestana, 184 - Vila Matias.

A Fams, localizada na Rua Amador Bueno, 61 - Centro,  trabalha no apoio à administração municipal no que se refere ao gerenciamento dos arquivos públicos processados pela Prefeitura de Santos, além da memória documental e iconográfica da cidade, garantindo sua salvaguarda, preservação.

O Parque Tecnológico, na Rua Sete de Setembro, 34, na Vila Nova, é outra autarquia municipal criada para atrair investimentos, gerar empregos e promover a inclusão social por meio da união entre pesquisa e setor produtivo.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Santos

Feira Santo Pet vai até este sábado, em Santos

Evento também conta com plantão de adoção da Coordenadoria de Defesa da Vida Animal (Codevida)

Guarujá

Suman relembra tragédia e diz que Guarujá está preparada para chuvas

O temporal teve início na noite de 2 de março de 2020 e perdurou durante a madrugada do dia 3

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter