X

Cotidiano

Prefeitura de Santos estuda extinguir três autarquias santistas

A decisão estaria dentro de um pacote de corte de gastos, que estaria previsto para ser anunciado nos próximos dias

Carlos Ratton

Publicado em 09/11/2018 às 08:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A Fupes (dentro da Arena Santos) é responsável pelo gerenciamento dos esportes de competição / Rodrigo Montaldi/Arquivo DL

A informação é extraoficial, mas a Prefeitura de Santos estuda a extinção da Fundação Pró-Esportes (Fupes), a Fundação Arquivo e Memória de Santos (Fams) e o Parque Tecnológico. A decisão estaria dentro de um pacote de corte de gastos, previsto para ser anunciado nos próximos dias. O motivo seria custo-benefício - valores gastos com a folha de pagamento não estariam equilibrados com o número de projetos e beneficiários.

Ontem, a Administração não chegou a negar a informação. Após ser questionada por volta do meio dia, a Administração levou cinco horas para responder apenas que “não há nenhuma decisão acerca de eventual enxugamento da máquina administrativa”. A Prefeitura completa ainda dizendo “que realiza continuamente estudos para garantir a melhoria da eficiência das suas atividades”.

A Administração não respondeu, por exemplo, quantos funcionários existem em cada um dos órgãos mencionados e qual o repasse para pagar a folha de cada um – informações necessárias para avaliar o custo que cada autarquia representa ao Município.     

A Fupes (dentro da Arena Santos-foto) é responsável pelo gerenciamento dos esportes de competição e concede auxílio financeiro mensal aos atletas por meio do Projeto Adote um Atleta. Promove a integração de todas as modalidades esportivas que representam Santos nos Jogos Abertos, Regionais e da Juventude, e outras competições em níveis nacionais e internacionais. Fica na Avenida Rangel Pestana, 184 - Vila Matias.

A Fams, localizada na Rua Amador Bueno, 61 - Centro,  trabalha no apoio à administração municipal no que se refere ao gerenciamento dos arquivos públicos processados pela Prefeitura de Santos, além da memória documental e iconográfica da cidade, garantindo sua salvaguarda, preservação.

O Parque Tecnológico, na Rua Sete de Setembro, 34, na Vila Nova, é outra autarquia municipal criada para atrair investimentos, gerar empregos e promover a inclusão social por meio da união entre pesquisa e setor produtivo.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Homem é esfaqueado em briga no Atacadão, em Santos

O caso ocorreu no Atacadão da Avenida Nossa Senhora de Fátima, no bairro Chico de Paula.

Polícia

Jovem morre após ser agredido por dois estudantes em Praia Grande, diz família

O caso foi registrado na Polícia Civil e a causa da morte ainda está sendo investigada

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter