Prefeitura de Santos anuncia obras em 12 unidades de saúde

Além do anúncio, a administração inaugurou estações do Bike Santos na Zona Noroeste

Comentar
Compartilhar
11 ABR 201422h36

Um dos grandes desafios da Saúde na cidade de Santos é a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes nas unidades básicas de saúde, prontos-socorros e hospitais. Essa é uma reclamação constante da população e, na manhã de ontem, o prefeito da Cidade Paulo Alexandre Barbosa, corroborou com a população afirmando que a “melhoria no atendimento é um grande desafio” e que está trabalhando muito para melhorar isso.

A afirmativa do Prefeito foi dita ontem, em visita ao complexo hospitalar da Zona Noroeste, quando se iniciou as obras naquele pronto-socorro e em mais 11 Unidades de Saúde espalhadas pelas regiões de Santos. As obras fazem parte do Programa de Reformas e Obras na área de Saúde (Pro-Saúde). O objetivo do Pró-Saúde, é dotar a rede municipal de infraestrutura física adequada para atender os pacientes, oferecer melhores condições de trabalho aos funcionários e, paralelamente, buscar soluções para a melhoria da qualidade do serviço oferecido à população, de acordo com informações da Prefeitura de Santos.

“Estamos trabalhando para melhorar a infraestrutura pública de saúde. Já entregamos algumas novas unidades, no Gonzaga, no Marapé e a unidade do Montserrat, dentro do novo padrão de construção, de acabamento e estrutura”, afirmou Paulo Alexandre.

A maior obra será no Hospital da Zona Noroeste, que terá climatização, adequação da recepção, maternidade e cozinha, manutenção das portas, além da instalação de grades e a contratação de porteiros. “Além da infraestrutura, estamos estudando a parcerias com organizações sociais para o gerenciamento desses espaços de saúde, procurando melhorar e aprimorar o atendimento. É importante ter cuidado com a infraestrutura, ter um atendimento adequado e também melhorar a qualidade do atendimento que é um grande desafio e estamos trabalhando muito para melhor isso”.

O investimento no PS da Zona Noroeste será de mais de 1,200 milhão de reais e a previsão de entrega é dezembro deste ano. “Temos um investimento de mais de 1 milhão para uma reforma geral, principalmente para ter uma climatização em todas as salas e todos os ambientes, para que no próximo verão não tenhamos as dificuldades que tivemos durante esse período”, disse o Prefeito.

Paulo Alexandre ainda afirmou e prometeu a construção de novas unidades de saúde na Zona Noroeste e em outras regiões da Cidade. “Aqui nós temos o projeto de construir novas unidades básicas de saúde no (bairros) Bom Retiro e Areia Branca e uma nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Santos não tem nenhuma UPA, vamos construir três e uma delas será aqui na Zona Noroeste. O terreno já está desapropriado e as obras começam ainda esse ano”.

Prefeito visitou hospital, onde iniciou as reformas e obras em 12 unidades de saúde da Cidade (Foto: Bruno H.B. Rebouças)

Unidades em Reforma

Além do PS da Zona Noroeste serão reformados os prontos-socorros da Zona Leste, no Macuco, e o PS Central, no Jabaquara, ambos com previsão de entrega para maio. Ademais, as Seções de Unidade Básica de Saúde do Valongo e Campo Grande, e a Seção de Saúde da Família do Monte Cabrão, todas com entrega em julho. Os Núcleos de Apoio Psicossocial III (Aparecida) e IV (Marapé); Seção Ambulatório de Especialidades da Região Central Histórica, com previsão de entrega para junho; Completam a lista a Unidade Básica de Saúde de Pronto Atendimento, do Nova Cintra, e de São Manoel e Piratininga, prevista para agosto e setembro, respectivamente. Assim como o Centro de Referência em Aids (Senic).

Os serviços que serão realizados visam adequar à acessibilidade, fazer revisão elétrica, hidráulica, e climatizar as unidades. Realizar a recuperação e a manutenção de pisos, telhados, portas e janelas. Os prédios passarão por pintura interna e, em algumas unidades uma pintura geral. Além da troca de cobertura, adequação de acessibilidade dos banheiros, entre outras reformas e obras. O investimento total nas 12 unidades, é de 2,934 milhões. “Junto com a qualidade da infraestrutura, melhora o atendimento, aumentando o número de profissionais em cada uma das unidades. E o hospital e a UPA serão referências no atendimento de urgência na região”.

População faz reclamação ao Prefeito

Durante visita do prefeito Paulo Alexandre Barbosa ao complexo hospitalar da Zona Noroeste, onde deu início as reformas e obras em 12 unidades básicas de saúde, dentro do programa Pro-Saúde, os pacientes aproveitaram a presença para reclamar do atendimento dos funcionários do PS da ZNO. Umas das muitas reclamações dos moradores e usuários do PS faz referência à falta de cordialidade e má prestação de informação e serviços aos que chegam enfermos ao local. Além disso, há falta de médicos pediatras e ortopedista, sendo os atendimentos dessas especialidades realizados por clínicos gerais. A climatização é uma reclamação que dura alguns anos. Sobre isso, o Prefeito disse que após as obras no hospital esse problema será resolvido.

Josefa Maria da Conceição, manicure e moradora da Zona Noroeste há 40 anos, diz que viu a construção do Pronto-socorro, e afirma que “o problema do hospital são os funcionários. As instalações são boas, tirando cinco funcionários, todos os outros atendem mal e não prestam o serviço como deveria para os pacientes”. Diante do Prefeito, Josefa reclamou dos funcionários e de alguns médicos. Disse que era “a primeira vez que via esses funcionários no hospital”. Apesar do pequeno constrangimento com a reclamação, na presença do Prefeito, Josefa foi orientada a fazer uma queixa formal. “É necessário reclamar e o Prefeito precisa ficar sabendo como os funcionários do hospital tratam os pacientes”, afirmou.

Prefeito inaugura estações do Bike Santos na Zona Noroeste

Antes da visita ao pronto-socorro da Zona Noroeste, ontem, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa inaugurou três novas estações de bicicleta, dentro do projeto ‘Bike Santos’. A inauguração da estação 31 foi na Praça Bruno Barbosa, na Zona Noroeste. Além desta, há na região outras duas estações localizadas nas Praças Jerônimo Laterza e Júlio Dantas. Com isto, a Cidade já conta com 33 estações. Os usuários cadastrados podem retirar as bicicletas em qualquer plataforma, podendo utilizar o equipamento por 45 minutos.

Além destas três estações na Zona Noroeste, o prefeito Paulo Alexandre prometeu instalar mais quatro na região, em até 45 dias. “O projeto Bike Santos é um projeto aprovado pela população, e são milhares de viagens realizadas todos os dias. É muito importante trazer esse projeto para Zona Noroeste, e oferecer para população que vive aqui a mesma oportunidade que os demais santistas têm, nas outras regiões da Cidade”, afirmou o Prefeito.

Paulo Alexandre espera que a população como um todo cuide e preserve as estações do equipamento, para que os cidadãos possam utilizar as bicicletas e o projeto seja ampliado e mantido, “para aumentar a qualidade de vida dos moradores”.

O Prefeito ainda falou que está trabalhando na ampliação das ciclovias nos vários pontos da Cidade. “Temos previsão de ciclovia para Zona Noroeste, ciclo faixas nos morros. Esse é um investimento importante, pois o santista cada vez mais amplia seu hábito de andar de bicicleta e nós precisamos estimular o espaço adequado para a atividade”, finalizou.