Prefeitura de Peruíbe pede mais recursos para Saúde ao Governo Estadual

Prefeita Ana Preto participou de reunião com o Secretário Estadual de Saúde, Dr. Giovanni Cerri

Comentar
Compartilhar
08 MAR 201320h29

A prefeita de Peruíbe, Ana Preto pediu ao Governo Estadual a liberação de mais investimentos para a área da Saúde. Ela esteve reunida, na última semana, com o secretário estadual de Saúde, Dr. Giovanni Guido Cerri, na Capital Paulista.

“Como presidente do Condesb (Conselho Metropolitano da Baixada Santista), estou aqui para solicitar o aumento da verba repassada anualmente para os municípios, na época de temporada. Há muitos anos, recebemos por volta de R$ 100 mil, que se tornam insuficientes diante da demanda por serviços públicos”, disse a prefeita.

Ana Preto destacou ainda que as cidades da região estão sofrendo com a escassez de recursos para manter a oferta de serviços e atendimentos: “Na temporada de verão, a Cidade de Peruíbe, por exemplo, recebe uma população flutuante de 350 mil pessoas. Para atender esta demanda, precisamos utilizar os recursos municipais para complementar a verba que recebemos do Estado. E isso vem provocando um déficit ao longo do ano, por conta do aumento do número de atendimentos”, relatou a prefeita.

O encontro também teve a participação do secretário de Desenvolvimento Econômico, Edmur Mesquita, o diretor do Instituto de Saúde Emílio Ribas e o diretor regional de Saúde da Baixada santista, Marco Botteon Neto, além dos prefeitos de Praia Grande, Itanhaém, Mongaguá, São Vicente e Guarujá.

A pauta da reunião também destacou o aumento de casos da dengue na Baixada Santista, que acendeu um sinal de alerta para o perigo de uma epidemia da doença. “Pedimos mais agentes, equipamentos e campanha para conseguirmos diminuir o risco da propagação da dengue na Baixada Santista. Temos muitas casas de veraneio, com piscina, vasos e outros criadouros do mosquito transmissor, que ficam fechadas durante o ano. Nestas casas não conseguimos entrar e verificar os focos do mosquito”, afirmou Ana Preto.

Para Peruíbe, a prefeita protocolou pedido do aumento da verba repassada ao AME (Ambulatório Médico de Especialidades) municipal e incentivo para a ampliação do Banco de Leite e a Casa da Mulher. “Protocolei, com o secretário, o pedido do aumento do repasse ao Ame para R$ 550 mil mensais, mais R$ 300 mil para ampliarmos o atendimento do Banco de Leite e a Casa da Mulher. O secretário se mostrou muito sensível ao nosso pedido e estou otimista para conseguir estes recursos”, finalizou Ana Preto.

No final da reunião, que durou pouco mais de três horas, os prefeitos pediram a atenção dos responsáveis pela Saúde do Governo do Estado para a atenção básica, com investimento nas UBS e equipes do Programa Saúde da Família. “Pedimos um aporte maior na saúde básica. Temos que investir na prevenção, profilaxia e atender o munícipe antes que esteja em um estado avançado da doença. A prevenção economizará muitos recursos futuros da saúde”, destacou a prefeita.