Prefeitura de Mongaguá inicia retomada econômica

Nesta fase, é necessário que o Poder Público e a população trabalhem de forma conjunta, seguindo todas as recomendações de segurança e regras

Comentar
Compartilhar
17 JUN 2020Por Da Reportagem17h10
Novas regras foram acrescentadas a respeito do funcionamento de estabelecimentosFoto: Divulgação/PMM

Na última segunda-feira (15), o Governo do Estado de São Paulo mudou a classificação de Mongaguá e das demais cidades da Baixada Santista para a fase laranja do plano de retomada econômica. Desse modo, novas regras foram acrescentadas a respeito do funcionamento de estabelecimentos. Confira o que muda no município:

- Escritórios, Imobiliárias, Comércio, Lojas de Cosméticos e Bijuterias (proibido disponibilizar amostras e a prova de produtos), podem funcionar com medidas de higiene e controle de fluxo, distanciamento e, se possível, medicação de temperatura, das 11h às 17h, com 20% de capacidade;

- Hotéis, pousadas e similares (30% da capacidade apenas para hospedagem de prestadores de serviços), shoppings e galerias, lojas de vestuários e calçados (proibido ter provador ou provar calçados) e concessionárias podem funcionar com medidas de higiene e controle de fluxo, distanciamento e, se possível, medicação de temperatura, das 11h às 17h, com 20% de capacidade;

- Orla: de segunda à sexta-feira, com atividades esportivas individuais, incluindo na faixa de areia, desde que se mantenha a distância segura de outras pessoas e não utilizem equipamentos esportivos coletivos, com o uso obrigatório de máscara;

Nesta fase, é necessário que o Poder Público e a população trabalhem de forma conjunta, seguindo todas as recomendações de segurança e regras. O uso de máscara e álcool em gel é importante e deve ser recorrente, assim como lavar as mãos com água e sabão sempre que possível.

Manter os ambientes ventilados, evitar contato com acúmulo de pessoas, não compartilhar objetos pessoais e cobrir a boca ao tossir e espirrar são outras medidas que ajudam a combater a transmissão do coronavírus.