Prefeitura de Guarujá abre 384 vagas para cursos gratuitos

Os cursos são nas áreas de logística portuária, informática, elétrica e administrativa.

Comentar
Compartilhar
14 FEV 201320h00

A Prefeitura está com inscrições abertas para cursos de qualificação profissional.  No total, são disponibilizadas 384 vagas em diversas áreas para às famílias que se encontram em situação de pobreza e extrema pobreza. As inscrições podem ser feitas a partir desta sexta-feira (15) nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS)  e na Casa de Assistência Integrada (CAI).

Os interessados podem se inscrever até o dia 22 de fevereiro. O início das aulas está previsto para 4 de março. Os endereços para inscrição e os locais onde serão ministradas as aulas podem ser conferidas no quadro abaixo.

 A carga horária de cada curso será de 180 horas, com turmas distribuídas em dois horários: das 13 às 17 e das 18 às 22 horas. A ação da Prefeitura é focada na inclusão social através da qualificação profissional, destinada às pessoas de 18 a 59 anos, tendo como objetivo a erradicação da pobreza e a inserção do munícipe no mercado de trabalho.

A qualificação profissional é coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, no âmbito do Plano Brasil Sem Miséria, criado pelo Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). A ação será realizada em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Secretaria de Educação e Sindicato dos Zeladores (SEECLAG).

Podem fazer a inscrição candidatos e membros da família inscritos no CadÚnico - Cadastro Único do Governo Federal, que sejam maior de 18 anos. É importante possuir Ensino Fundamental II incompleto, Ensino Fundamental Completo e Ensino Médio Completo. No ato da matrícula, é necessário levar uma cópia do RG, CPF, comprovante de residência e declaração escolar.

Segundo a coordenadora técnica de Gestão e Planejamento da Assistência Social, Sirlei Izumi Fushima, o objetivo é treinar essas famílias e seus parentes para oferecer mão de obra ao mercado nas áreas necessárias.    “Nossa intenção é qualificar as pessoas para que elas possam futuramente estar aptas e, desta forma, ocupar uma vaga no mercado de trabalho e, assim, sair da situação de vulnerabilidade social”, explicou Sirlei.    

Locais de inscrição:

CRAS – Conjunto Habitacional Ulisses Guimarães - Rua Manoel Vicente de Brito, s/n, Morrinhos III - Telefone: 3386-1018

CRAS – Rua José Marques, 155, Santa Rosa – Telefone: 3358-2011

CRAS – Rua Oswaldo Aranha, 800, Jardim Boa Esperança – Telefone: 3342-7603

CRAS – Rua Iracema, s/n, Vila Rã, Enseada – Telefone: 3392-1148

CAI – Rua Cavalheiro Nami Jafet, 669, Centro – Telefone: 3382-4444