Prefeitura de Cubatão atende 91 famílias nos abrigos

Para que os estudantes retornem às aulas houve uma reorganização no atendimento às famílias

Comentar
Compartilhar
04 MAR 201311h48

Para permitir o retorno dos estudantes às aulas, liberando as escolas para o cumprimento do ciclo escolar, a Prefeitura de Cubatão promoveu uma reorganização no atendimento às famílias vitimadas pelas tempestades dos últimos dias, que passa a ser centralizado em três locais.

As 997 famílias desalojadas pelas chuvas (que se abrigaram em casas de parentes ou amigos) estão recebendo mantimentos, roupas e outros recursos, além de atendimento médico e social, da mesma forma que as outras 91 famílias que permanecem abrigadas nas unidades de acolhimento.

Em decorrência dessa reorganização, as pessoas que estavam acolhidas nas escolas Júlio Conceição, Alagoas e Princesa Isabel foram transferidas para as instalações da Associação Cubatense de Defesa dos Direitos das Pessoas Deficientes (ACDDPD), que passou a atender 13 famílias. Além delas, estão abrigadas 48 famílias no Centro Esportivo Castelão e 30 famílias na Igreja Mórmon cubatense.

91 famílias permanecem abrigadas nas unidades de acolhimento (Foto: Divulgação)

A assistência social explica que os números de famílias atendidas variam constantemente, para mais ou para menos, porque são muitas as razões que envolvem a chegada e a saída delas aos abrigos. Em alguns casos, a necessidade da pessoa é satisfeita com alguma providência, como a doação de roupas ou alimentos, e ela prefere ir para a casa de parentes.

Ocorrem também situações em que uma pessoa, já atendida em suas necessidades iniciais, sai para trabalhar, se abriga em casa de parentes, mas retorna procurando alojamento, ou precisa de ajuda para a obtenção de documentos. Por isso, as recontagens são realizadas constantemente.