X

Cotidiano

Prefeitura de Bertioga conscientiza população contra o abandono de animais

Hoje, mais de 130 pets, entre cães e gatos, estão disponíveis para adoção no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) do município

Da Reportagem

Publicado em 10/12/2023 às 21:46

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Repodução/Prefeitura Municipal de Bertioga

Em Bertioga, o último mês do ano é uma data importante para a causa animal, quando acontece a campanha “Dezembro Verde”, instituída pela Lei Municipal 1.468, de abril de 2022, e que busca combater o abandono e os maus-tratos contra animais.

As denúncias de abandono e maus-tratos podem ser feitas para os telefones 190 da polícia militar, 153 do Guarda Civil Municipal e (13) 3316-4079, do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). É importante que no ato da denúncia a descrição dos fatos ocorridos seja feita com a maior exatidão, clareza e objetividade possíveis, informando endereço e nome dos responsáveis envolvidos. A Denúncia é anônima.

A diretora de Vigilância à Saúde, Marly Inês, destacou que o CCZ recolhe os animais em risco de morte por atropelamentos e doenças, inclusive as infectocontagiosas, como leishmaniose e esporotricose; animais vítimas de maus-tratos e por abandono.

Além disso, a diretora ainda reforçou a importância do Programa Estadual de Controle Populacional e Manejo Ético de Cães e Gatos e da adoção dos pets recolhidos pelo CCZ.

“Através da adoção você estará dando uma condição digna de vida a um animal, é uma demonstração de amor. Adote e ajude a diminuir a quantidade de animais que buscam um lar”, aconselha Marly.

Hoje, mais de 130 pets, entre cães e gatos, estão disponíveis para adoção no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) do município. Os interessados podem entrar em contato com o CCZ de segunda à sexta, das 9 às 17 horas pelo telefone: (13) 3316-4079. A unidade está, temporariamente, atendendo na Rua Mestre Pessoa, 685, Centro, prédio da antiga garagem municipal.

No processo de adoção é feita uma entrevista com a pessoa interessada para saber se já teve ou tem um animal, se há crianças na residência, a segurança da casa, além de orientação sobre o acompanhamento veterinário durante a vida do bichinho.

Após as perguntas, cumprindo os requisitos, o novo tutor deve assinar um termo de responsabilidade, apresentar uma cópia do RG e do comprovante de residência, na formalização do processo de adoção. Assim sendo, o animal pode ser levado até o novo lar. Todos os cães e gatos disponíveis para adoção estarão vacinados, castrados e vermifugados.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nacional

'Há sobras de caixa para investirmos em Cultura', diz Presidente da Petrobrás

Ele ainda comentou, que desde o inicio do governo Lula estão sendo pensado projetos que já somam R$ 150 milhões investidos pelo patrocínio da Petrobras

Nacional

Desmatamento na Amazônia cai 60% em janeiro deste ano

Com 40% de perdas, Roraima lidera ranking dos que mais desmataram

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter