Prefeitura assume gestão da Casa da Esperança de Cubatão

Medida cumpre liminar judicial. Secretário municipal de Saúde, Carlos Alberto Yoshimura, foi nomeado interventor

Comentar
Compartilhar
05 NOV 201321h43

Em virtude de liminar concedida pelo juiz da 1ª Vara Cível de Cubatão, Rodrigo de Moura Jacob, devido a ação cautelar inominada, a Prefeitura assumiu nesta terça-feira (5) a gestão da Casa da Esperança de Cubatão. Para cumprir a decisão, a Municipalidade nomeou o secretário municipal de Saúde, Carlos Alberto Yoshimura, como interventor no local.

O novo gestor da Casa da Esperança convocou uma reunião no início da tarde com funcionários da entidade. Yoshimura garantiu que a determinação da Justiça e do Governo Municipal é manter o atendimento aos pacientes e todo o corpo de profissionais. "Temos que cumprir a decisão judicial. A prefeita Marcia Rosa determinou que os atendimentos não sejam interrompidos e que os funcionários sejam mantidos. Com a ajuda de todos, a instituição continuará funcionando".

A Prefeitura assumiu a gestão da Casa da Esperança de Cubatão (Foto: Divulgação/PMC)

Um grupo de funcionários da Administração Municipal, de diversas secretarias, foi convocado para auxiliar o interventor na gestão do local. Em outra frente, os profissionais da entidade auxiliarão no levantamento de necessidades urgentes, para a definição de ações imediatas visando a manutenção da Casa da Esperança. Na próxima quinta-feira, em horário a ser definido, a nova diretoria realizará reunião com todos os pais de crianças atendidas pela instituição, para eventuais esclarecimentos.

Fundada em 1980, a Casa da Esperança atende mais de 400 crianças portadoras de deficiência, além de oferecer tratamentos médicos a adultos via convênios médicos.