Prefeito de São Vicente se encontra com ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

Kayo Amado apresentou demandas da cidade que dependem de recursos federais

Comentar
Compartilhar
03 MAI 2021Por Da Reportagem20h18
Kayo Amado também solicitou os recursos que ficaram pendentesKayo Amado também solicitou os recursos que ficaram pendentesFoto: Divulgação/PMSV

O prefeito de São Vicente, Kayo Amado, esteve na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo – FIESP, em São Paulo, nesta segunda-feira (03), onde se reuniu com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga e o presidente da Fiesp e Ciesp, Paulo Skaf.
Durante o encontro, onde foram discutidos assuntos relacionados ao combate à pandemia e à vacinação, o chefe do Executivo vicentino aproveitou para apresentar ao ministro algumas demandas para a área da Saúde do Município que dependem de recursos federais.

Entre as pautas entregues diretamente ao ministro, está o pedido da Prefeitura para que o Governo Federal reconsidere o pedido de devolução de quase R$ 3 milhões referentes às obras de ampliação das unidades de pronto atendimento da Cidade Náutica e do Humaitá, já em planejamento pela atual Administração Municipal. Outros recursos referem-se à manutenção de leitos de UTI-Covid na Cidade.

Kayo Amado também solicitou os recursos que ficaram pendentes e referem-se à aquisição de equipamentos e materiais permanentes para o Hospital Municipal, UBS´s e ESF´s, Maternidade Municipal e equipamentos para ginecologia da ESF Saquaré, em São Vicente. Neste caso, os recursos giram em torno de R$ 1,5 milhão.

O Prefeito também expôs a necessidade de incrementos das verbas federais, da ordem de R$ 7,2 milhões, que não foram repassados pelo Ministério da Saúde, e auxiliariam o desenvolvimento de ações e projetos relevantes em São Vicente.
Por fim, foi apresentado pelo prefeito o déficit no teto financeiro de Média e Alta Complexidade em relação à sua produção ambulatorial e hospitalar, que carece de aumento no repasse.

“A reunião foi muito proveitosa, pois, além de conversarmos bastante sobre o andamento das estratégias de combate à Covid-19 e  a importância de atender a população com a vacina, conseguimos entregar ao ministro Queiroga as nossas necessidades no âmbito da Saúde, que é uma área fundamental para a nossa Cidade. Ele entendeu nossos anseios e prometeu analisar os pedidos com atenção e urgência”, explicou o prefeito.