Prefeito de Santos decreta luto oficial pela morte de Bruno Covas

O sepultamento será realizado na tarde deste domingo (16), no jazigo da família Covas no cemitério do Paquetá

Comentar
Compartilhar
16 MAI 2021Por Da Reportagem13h10
O prefeito Rogério Santos (PSDB).O prefeito Rogério Santos (PSDB).Foto: Reprodução/Redes Sociais

A cidade de Santos está de luto oficial pelos próximos três dias pela morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, falecido em decorrência de um câncer no sistema digestivo com metástase. O sepultamento será realizado na tarde deste domingo (16), no jazigo da família Covas no cemitério do Paquetá, em Santos. A cerimônia será restrita à família.

"Bruno Covas nos deixa um legado de liderança, competência e coragem. Um talentoso jovem santista, de berço e coração alvinegro, que enfrentou a doença de cabeça erguida, com transparência e determinação. Um gestor público que, espelhado no exemplo de seu avô, Mário Covas, jamais abandonou a função pública por entender que a busca do bem comum é contínua. Bruno nos deixa o exemplo de superação, de admirável espírito público e de amor à vida e às pessoas. Expresso meu pesar à família, a seu filho e grande companheiro Tomás e aos amigos e admiradores", declara o prefeito Rogério Santos. 

REPERCUSSÃO

A deputada federal Rosana Valle (PSB) emitiu uma nota de pesar.

Nós, da Baixada Santista, onde surgiu a liderança de Mario Covas, sentimos profundamente a perda de seu neto, Bruno Covas, prefeito de São Paulo.

A nossa região, o Estado de São Paulo e o País perdem um exemplo de dignidade, resistência e senso do dever. 

Deus receberá Bruno da mesma forma que seu avô e todos seus antepassados e dará conforto a toda família. Cabe a nós seguirmos o seu legado e fazer da política um exercício de decência e compromisso público, acima de todos os dissabores que ela traz.