X

Cotidiano

Prefeito Bili não garante pagamento do 13º até o dia 31; Servidores decretam greve

Atraso na emissão dos carnês de IPTU impediu o pagamento da Cota Única e, consequentemente, a entrada de mais recursos no caixa da Prefeitura

Publicado em 20/12/2016 às 21:12

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Luis Cláudio Bili (PR) disse que os pagamentos serão feitos conforme a entrada de recursos no caixa da Prefeitura / Matheus Tagé/DL

Em assembleia realizada na noite desta terça-feira (20) os servidores públicos de São Vicente decretaram greve geral. A categoria deve se concentrar em frente o Paço Municipal, amanhã (21) às 8h. A decisão foi motivada pelo não pagamento do décimo terceiro salário, que deveria ser pago hoje.

Em entrevista ao Diário do Litoral, o prefeito Luis Cláudio Bili (PR) disse que os pagamentos serão feitos conforme a entrada de recursos no caixa da Prefeitura. Por meio de nota, a Administração afirmou que parte do benefício será pago até o próximo dia 29 de acordo com a arrecadação municipal. No entanto, o chefe do Executivo não deu garantias de que o repasse termine ainda este ano.

“Infelizmente há dois anos estamos escalonando o salário e não é novidade que vamos escalonar tanto o 13º como a Folha do dia 30. Está sendo programado. Infelizmente estamos com dificuldades. Dos seis mil municípios brasileiros, quatro mil estão com dificuldades de honrar 13º e folhas de pagamento. Nos próximos dias o que for arrecadado vai sendo pago. Não consigo prever se termino o mandato honrando todo o 13º até o dia 31”, afirmou Bili. Por lei, o benefício deveria ser pago até ontem (20).

O prefeito disse que ao assumir o governo, em 2013, pegou o funcionalismo em greve e sem receber o 13º. “Quero lembrar que assumi a prefeitura com o funcionalismo em greve. Eu não assumi São Vicente com o céu de brigadeiro”, destacou.

Por meio de nota, a Prefeitura informou: “a parcela do 13º salário será paga até o próximo dia 29, de acordo com a arrecadação municipal”.

IPTU

O prefeito também falou sobre o atraso na emissão dos carnês de IPTU, que impediu o pagamento da Cota Única e, consequentemente, a entrada de mais recursos no caixa da Prefeitura.

“Tivemos um problema com atraso no lançamento de carnês, infelizmente, e isso acabou atrapalhando. Não teve pagamento de Cota Única. Fizemos a licitação da Folha de Pagamento e ainda estamos judicialmente equacionando a questão da licitação da Folha. Os carnês saem ainda essa semana”, garantiu Bili.

Assembleia

Na noite de ontem (20), os servidores se reuniram em assembleia no sindicato da categoria. “O prefeito enviou ofício informando a intenção da Administração em pagar de forma escalonada até o dia 29 o 13º. Vamos discutir com a categoria. Os aposentados já receberam a primeira parcela do 13º no mês de aniversário”, afirmou Marcelo Arias, diretor de Comunicação do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Vicente (SindservSV).

Diretores do SindservSV estiveram durante toda a terça-feira em frente ao Paço Municipal. “Não tem outra saída que não seja a organização. Estamos com a expectativa do novo governo. Conversamos com o prefeito eleito, mas não especificamente sobre o 13º. Estamos tentando uma nova agenda”, destacou Arias.

Os salários de novembro já foram pagos. A categoria ainda espera o pagamento do vale-transporte e da cesta básica.

Cubatão

Também sem receber o 13º, os servidores públicos de Cubatão programam para às 11 horas desta quarta-feira (21) protesto em frente ao Paço Municipal.

Por meio de nota divulgada no Facebook, a Prefeitura de Cubatão informou “que a Prefeitura foi encontrada em situação financeira delicada e que durante os pouco mais de 20 dias de governo do prefeito em exercício, todos os esforços vêm sendo feitos, mas o exame das contas municipais indicou que não será possível realizar o pagamento do 13º conforme o esperado”.

A nota ressalta ainda que “é um problema que infelizmente está atingindo grande parte dos municípios brasileiros, decorrente da queda na atividade econômica e consequente diminuição brutal na receita tributária”.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

PROTESTOS

Jogadoras protestam contra retorno de treinador acusado de assédio ao Santos

Kleiton Lima havia deixado o cargo em setembro de 2023, após ser acusado de assédio sexual e moral por 19 jogadoras; Santos recontratou profissional nesta terça

REGIÃO NORTE

Embarcação com vários corpos em decomposição é encontrado no Pará

A Polícia Federal já esta ciente do caso e as investigações já foram iniciadas

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter