Prefeito anuncia ajuda de R$ 5 mil para famílias de Caxias

Alexandre Cardoso, após se reunir com ministro e com o governador do Rio, anunciou a liberação de R$ 5 mil para 300 famílias atingidas pelo temporal.

Comentar
Compartilhar
04 JAN 201317h52

O prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso, anunciou nesta sexta-feira (4), após se reunir com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, e o governador do Rio, Sérgio Cabral, a liberação de R$ 5 mil para 300 famílias atingidas pelo temporal no distrito de Xerém poderem comprar móveis e eletrodomésticos.

As famílias que terão direito à verba - a ser liberada pelo governo do estado - serão definidas a partir de um cadastramento que a prefeitura começará a fazer nos próximos dias. Ele anunciou também que cerca de 250 casas estão condenadas, a maioria na beira do Rio Capivari, e os seus moradores receberão um auxílio, ainda não definido, para comprarem um imóvel em outra área.

A forte chuva que atingiu Xerém, distrito de Duque de Caxias (RJ), causou destruição e deixou centenas de pessoas desabrigadas. Casas foram destruídas pela força da correnteza e carros estão amontoados pelas ruas. (Foto: Vladimir Platonov/ABr)

Cardoso disse ainda que a recuperação das ruas, estradas e pontes será feita com verbas do governo federal, que também ficará responsável pelo pagamento do aluguel social às famílias desabrigadas. Segundo ele, o valor ainda não foi calculado, mas terá como base os preços de mercado. A verba federal também será usada na dragagem dos rios que cortam o distrito.

Cabral e Bezerra desembarcaram de um helicóptero por volta das 14h em Xerém, depois de um sobrevoo pela região atingida pela enxurrada. O prefeito embarcou em uma van juntamente com o governador e o ministro para uma visita aos locais mais castigados. Eles desceram do veículo e foram a pé até uma das pontes atingidas pelo temporal.

Cardoso adiantou que um projeto de readequação das margens dos rios e córregos da região está sendo finalizado pelo secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc. “Eu vou fazer de Xerém um modelo ambiental para o Brasil. Você pode ter certeza disso”, prometeu.