Prefeita Antonieta conquista recursos para Obras, Tecnologia e Lazer

Verbas são destinadas para segunda fase da Avenida Oswaldo Cruz e Acesso às Praias; Centro de Inovação Tecnológica e Academia ao Ar Livre

Comentar
Compartilhar
27 MAR 201416h51

A prefeita Maria Antonieta de Brito obteve várias conquistas para Guarujá, nesta segunda-feira, 24, durante evento de assinatura de convênios no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

Com os recursos do Departamento de Apoio às Estâncias (Dade), será possível dar andamento à segunda fase das obras da Avenida Oswaldo Cruz e a terceira fase do acesso às praias. Este último trecho compreende as duas pistas da Avenida Ademar de Barros, que vai da Rua Gerânios até a Avenida Puglisi. Os dois recursos somam R$ 4,2 milhões. “São a pavimentação, a drenagem, o reforço de base e toda a infraestrutura dessas ruas”, explicou a prefeita.

Antonieta também assinou convênio entre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação e a Prefeitura de Guarujá, correspondente a transferência de recursos financeiros para a realização dos estudos de viabilidade para implantação do Centro de Inovação Tecnológica no Município, no valor de R$ 150 mil.

“Esta é uma grande oportunidade de consolidar várias políticas públicas. Convênios como este fazem parte do nosso planejamento estratégico, de ter o nosso Centro Tecnológico na área retroportuária destinada à indução de empresas que agreguem valor e tenham capacidade de contratação de um grande número de mão de obra para nossa Cidade. Portanto, este estudo vai permitir que canalizemos energia para a vocação certa da nossa Cidade”, disse a prefeita.

Sobre o Centro de Inovação, o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Adilson de Jesus explicou que o local servirá para aproximar as grandes empresas das universidades e escolas técnicas estabelecidas na Cidade e na região. “Em Guarujá temos muitas empresas que demandam conhecimento e estudos e o Centro permitirá a aproximação desses ambientes que produzem e geram conhecimento, que são as universidades e as escolas técnicas, das empresas que precisam desse conhecimento”.

A expectativa é que a partir da implantação do Centro, a produção de conhecimento seja utilizada no Guarujá, e demande ainda mais conhecimento nas próprias universidades e escolas técnicas. “Com isso a gente inclui a população de Guarujá num ciclo virtuoso de produção de conhecimento; acesso a oportunidades de renda mais qualificada e, damos sustentação para o crescimento econômico da nossa Cidade”, completou Adilson Cabral, secretário adjunto do Desenvolvimento Econômico, também presente ao evento.

Além desses recursos para a Cidade, foi assinado com a Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo, a liberação de verbas para a implantação da Academia ao Ar Livre, no bairro Vila Julia.