Preços ao Produtor recuam em outubro, mostra IBGE

O Índice de Preços ao Produtor registrou queda de 0,37% no mês de outubro em relação a setembro. O indicador ainda acumula altas de 4,47% no ano e de 5,18% em 12 meses

Comentar
Compartilhar
28 NOV 201311h46

O Índice de Preços ao Produtor (IPP) registrou queda de 0,37% no mês de outubro em relação a setembro, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em setembro, a taxa ficou em 0,57%, conforme dado revisado (+0,62% na leitura inicial).

O indicador ainda acumula altas de 4,47% no ano e de 5,18% em 12 meses. O IPP mede a evolução dos preços de produtos na "porta da fábrica", sem impostos e fretes, de 23 setores da indústria de transformação.

A queda no preço dos alimentos no IPP de outubro é a primeira desde março deste ano, quando os preços do grupo haviam caído 1,22%. Esse recuo foi favorecido pelo alívio na cotação do dólar. Segundo o IBGE, o fato de outubro ter sido o segundo mês consecutivo de valorização do real ante o dólar (3,6% em outubro e 3,1% em setembro) contribuiu para o viés de baixa, principalmente dos alimentos, mas também do indicador geral.

A chegada da safra americana de soja ao mercado também provocou queda nos preços e ajudou a descomprimir os alimentos no IPP. O único viés de alta veio do açúcar, provocado pelas chuvas, que tiveram impacto sobre a safra de cana, e pelo incêndio no Porto de Santos (SP).

A chegada da safra americana de soja ao mercado também provocou queda nos preços e ajudou a descomprimir os alimentos no IPP (Foto: Agência Brasil)