Preço médio da gasolina chega a R$ 4,60 em Santos

O aumento se deve pela alta do dólar que, na semana passada, chegou a atingir R$4,20

Comentar
Compartilhar
05 SET 2018Por Andressa Aricieri10h03
A Petrobras anunciou que a alta foi de 1,68% nas refinarias, chegando a R$2,20 o litroA Petrobras anunciou que a alta foi de 1,68% nas refinarias, chegando a R$2,20 o litroFoto: Rodrigo Montaldi/DL

O preço do combustível subiu novamente na noite passada. A gasolina está com valor médio de R$4,60 nos postos de Santos. O aumento se deve pela alta do dólar que, na semana passada, chegou a atingir R$4,20. A Petrobras anunciou que a alta foi de 1,68% nas refinarias, chegando a R$2,20 o litro. 

O responsável do Auto Posto Oceano Atlântico, Napoleão Fernandes, afirmou que o petróleo e o álcool também colaboraram para o aumento do preço da gasolina. “Existe 25% de etanol na gasolina, e como parte da safra de cana de açúcar foi perdida, isso fez com que aumentasse o valor”, ­explicou ele. O ­funcionário ainda disse que o ­preço havia subido R$0,22 na outra noite, fazendo com que consumassem o aumento já na manhã de ­ontem. 

Dois motoristas que estavam no local abastecendo os carros afirmaram que a gasolina está muito cara e que já haviam notado a diferença. Entretanto, o condutor Rafael Pereira Rodrigues declarou que havia abandonado o combustível há um mês. “Só tenho usado o etanol. Está mais barato e vale mais a pena abastecer com ele”, declarou. 

Paralisação

Em maio, os caminhoneiros fizeram uma greve que reivindicava abaixar o preço do diesel nas refinarias. A paralisação ainda consegue ter um reflexo nos preços dos alimentos e ­combustíveis. 
Em função do aumento da gasolina, nos últimos dias, havia um rumor de que os caminhoneiros pudessem fazer outra greve após o feriado de Independência. Segundo Alexsandro Viviani, o presidente do Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens da Baixada Santista e Vale do Ribeira (Sindicam), “não há nenhuma paralisação prevista para acontecer”, concluiu.