Preço do tomate cai, mas não chama freguesia

Segundo feirantes, apesar da queda de até 50% no preço da fruta, a procura não aumentou

Comentar
Compartilhar
19 JAN 201319h12

O quilo do tomate está mais barato na feira livre, mas os fregueses não se animaram com as ofertas. Embora os preços tenham caído, em média, 50%, a procura é baixa segundo os feirantes.

“O povo tem fartura em casa, por isso não está comprando, mesmo com o preço bom”, afirmou a feirante Vânia Andrade Vieira. Em sua banca, o quilo do tomate Carmem estava sendo vendido, na manhã de ontem, a R$ 0,69 e 1,5 kg custava R$ 1,00.

“O preço está ótimo, baixou bastante, mas estou comprando a quantidade de sempre”, afirmou a dona de casa Sônia Maria Stein, que levou um pacote de tomate por R$ 0,50.

Na barraca de José Nicodemos Ferreira, o quilo do tomate Carmem custa R$ 0,79, mas já custou R$ 2,00, segundo o feirante. “O preço caiu bastante. O tomate Italiano pequeno eu vendia a R$ 1,40 o quilo e agora está R$ 0,50. Esse outro tomate Italiano, mais graúdo, baixou de R$ 2,00 para R$ 1,20, o quilo”, contou José Nicodemos mostrando as frutas.

A feirante Daiane Cristina Pinto afirmou que o preço vem caindo desde a semana passada. “Eu vendia o tomate Italiano a R$ 2,00, o quilo, mas desde a semana passada, o preço baixou para R$ 1,00”.

Entretanto, Daiane disse que a procura por tomates tem sido a mesma, apesar da queda nos preços. “Por incrível que pareça, quando o tomate está mais caro, as pessoas levam. As vendas não subiram por causa do preço”.

A estudante Janaina Vieira Nunes comprou 2 kg de tomate por R$ 1,50. Ela foi a única pessoa encontrada pela reportagem que comprou o dobro da quantidade por causa do preço. “Eu como bastante salada e o preço está bom, então estou levando 2 kg (de tomate)”, afirmou Janaina que compra tomate toda semana.

Na barraca de Paulo Roberto Bueno, o quilo do tomate Italiano baixou de R$ 3,00 para R$ 0,99. “O preço do tomate baixou bastante há umas três semanas, mas está vendendo pouco”.

“O preço está razoável, mas vou comprar a mesma quantidade de sempre porque só uso para salada e temperos”, respondeu o pizzaiolo Reinaldo José dos Santos à reportagem.

Mandioquinha

Já a mandioquinha, um dos principais ingredientes da sopa, está mais cara nas feiras livres. O quilo do alimento custa entre R$ 3,50 a R$ 5,00, dependendo do tamanho.

A feirante Daiane Pinto afirmou que o clima frio estimula a venda da mandioquinha, independente do preço.”Quando está frio a gente vende bastante mandioquinha. O preço da mandioquinha subiu de R$ 3,00 para R$ 3,50”.

Na barraca de José Nicodemos, a mandioquinha custa de R$ 3,80 a R$ 4,00 o quilo, a pequena, e R$ 5,00, a grande. “A mandioquinha estraga rápido, de um dia para o outro. Como vende mais em dia frio, não compensa comprar grandes quantidades em dia quente”, explicou o feirante.