Praias ficam mais seguras com quadriciclos em Praia Grande

GCMs atuaram no Código de Posturas e até em prisões de ladrões de correntinhas.

Comentar
Compartilhar
05 FEV 201316h56

Apenas no mês de janeiro, os dois quadriciclos que atuam na faixa de areia de Praia Grande já registraram 33 ocorrências, incluindo flagrantes de roubo de correntinhas. Os dados demonstram que os equipamentos, utilizados pela Guarda Civil Municipal (GCM), já se transformaram em importantes ferramentas para garantir mais segurança a moradores e turistas. As ações mais registradas são de apreensão de linhas de pipas com cerol na orla da praia.

A principal tarefa dos veículos no patrulhamento pela praia é orientar a população e fiscalizar algumas situações dispostas no Código de Posturas do Município. No entanto, o policiamento está ajudando a combater crimes como roubos de correntinhas na praia, nos quais os marginais passam de bicicleta, arrancam a jóia e fogem. Para se ter uma ideia, apenas no mês janeiro os quadriciclos foram responsáveis por duas prisões em flagrantes desta natureza.

De acordo com o comandante da GCM, Marco Alves dos Santos, os guardas civis costumam ser acionados para atender casos de pessoas com animais na praia e até montagem de barracas de camping, o que igualmente é proibido. “Os quadriciclos passaram a ser fundamentais em diversos atendimentos, principalmente pela agilidade. Além disso, está dando continuidade ao trabalho desenvolvido para aproximação com a comunidade”, destacou.

Quadriciclos registraram 33 ocorrências este ano (Foto: Edmilson Lelo/ Divulgação)

Durante as rondas realizadas pela faixa de areia, os GCMs aproveitam para distribuir pulseirinhas de identificação para as crianças e orientar quanto ao horário para a prática de esportes. “A orientação e a prevenção são as principais funções. A atuação contra crimes acaba sendo uma consequência”, explicou o comandante.

Soltar pipa usando linhas com cerol também é vedado na Cidade. Segundo o comandante, em janeiro, foram registradas 17 apreensões na orla. Não conduzir animais na praia, andar de bicicleta pelo calçadão ou dormir nos bancos e gramados são outras práticas coibidas pelas equipes. No primeiro mês de trabalho do ano, o patrulhamento também ajudou na localização de uma criança e ainda foi acionado para atendimento e destino de um animal silvestre encontrado na praia.

Duas equipes se revezam no trabalho com os quadriciclos, em turnos que ocorrem diariamente, das 8 às 19 horas. Em dias de chuva, as equipes não se deslocam para a praia por questões de segurança.
Os dois quadriciclos TRX 420/TM 4x2 são adaptados com sinalizadores patrulheiros frontal, lateral e traseiro, bagageiro, porta tonfa, dispositivo contra linha de pipa, reboque e sirene.

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Praia Grande conta com 300 homens treinados para atuar nas mais diversas situações e ainda com o auxílio da Central de Videomonitoramento com mais de 1.500 câmeras instaladas em diversos pontos da Cidade, inclusive a orla da praia.