Praias do litoral terão 66% de guarda-vidas a mais neste Verão

Durante a apresentação da Operação Verão, ontem em Guarujá, foi anunciada também a Operação Praia Segura que começa no dia 15 de dezembro. A Operação Verão inicia depois, no dia 27

Comentar
Compartilhar
17 JAN 201309h24

A partir da segunda quinzena de dezembro, a Baixada Santista contará com infraestrutura, segurança e vigilância necessárias para todo o Verão 2010/2011. A garantia de uma temporada mais segura, sem falta d’água e energia elétrica e com significativo ganho na balneabilidade das praias foi dada na tarde de ontem, pelo Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Civil, Sabesp e prefeituras de Guarujá e Bertioga, durante a apresentação da Operação Verão e Operação Praia Segura.

A apresentação das operações e dos esquemas integrados que serão implantados nos municípios de Guarujá e Bertioga foi promovida pelo Grupo Gobatti, no Espaço de Eventos Gobatti, na Praia de Pitangueira, em Guarujá.

O comandante do 17º Grupamento de Bombeiros, major Carlos Eduardo Smicelato, afirmou que a Operação Praia Segura inicia no próximo dia 15 de dezembro com reforço de 150 bombeiros da Polícia Militar, 66% a mais do que o efetivo adicional da temporada passada, de 90 guarda-vidas.

Além do contingente militar, o 17º GB contatará com o apoio de mais 600 guarda-vidas temporários. “São guardas civis contratados pelas prefeituras e treinados pelo Corpo de Bombeiros para o trabalho de prevenção a afogamento nas praias”.

A Operação Praia Segura se estenderá até uma semana após o Carnaval (dia 8 de março de 2011). A expectativa do comandante é continuar reduzindo os índices de afogamentos nas praias do litoral paulista. Este ano, o Corpo de Bombeiros registrou 1.600 salvamentos e 98 afogamentos. “Temos reduzido esse número ano a ano”, afirmou o major Smicelato.

Já a Operação Verão vai de 27 de dezembro a 31 de janeiro com reforço de 1.500 policiais militares que atuarão em toda a Baixada Santista. As informações são do comandante do 21º Batalhão da Polícia Militar do Interior-6, tenente-coronel Marcelo Afonso Prado. Prado responde pelo policiamento das cidades de Guarujá, Bertioga e Cubatão e é porta-voz do Comando de Policiamento do Interior – 6 (CPI-6).

“Tendo em vista que os indicadores mostram que a criminalidade se manteve estável, então nós estamos repetindo o mesmo número de policiais militares (reforço de 2009/2010) para fazer o mesmo esquema de policiamento”.

Segundo o comandante Prado, o CPI-6 conta com um efetivo de 3.050 PMs e terá mais 50% de reforço. A Baixada receberá ainda um reforço de 300 viaturas e dois helicópteros (um somente para salvamentos e outro para apoio às viaturas).

É a terceira temporada que o Grupo Gobatti promove a apresentação Verão em Guarujá. “É importante porque a gente consegue integrar as informações para que a população e o turista que vem para a nossa região se informe sobre qual é a infraestrutura disponível durante a temporada”, explicou o presidente do Grupo Gobatti, Marivaldo Gobatti.

O secretário de Governo da Prefeitura de Guarujá, Ricardo Joaquim Augusto de Oliveira, disse que o Município se prepara para a temporada desde agosto e está investindo R$ 1,7 milhão em infraestrutura de saúde, trânsito, iluminação pública e limpeza urbana.

Segundo ele, a tenda montada ao lado do PAM Rodoviária, que foi reformado, permanecerá para atender a demanda de pacientes, uma empresa foi contratada para dar suporte no trânsito e foi planejado um esquema especial de coleta e destinação final do lixo. Além disso, ao longo ano houve ações de prevenção à dengue que deverão se refletir neste Verão e investimentos em iluminação pública.

Polícia Civil de Guarujá

O delegado de Polícia Titular do 2º DP de Vicente de Carvalho, Josias Teixeira de Souza, que respondeu pelo expediente de Guarujá, disse que a Polícia Civil da Cidade terá um reforço de “120 policiais civis, sendo 26 delegados, 52 escrivães e os demais são policiais operacionais”.

Com o reforço, o delegado espera agilizar os atendimentos nos plantões das delegacias e coibir crimes de marginais que migram para a Cidade, oriundos de São Paulo e do interior do Estado.

Presente ao evento, o prefeito de Bertioga e presidente do Condesb Mauro Orlandini declarou à imprensa: “uma das integrações mais importantes para um resultado mais eficaz é com as Guardas Municipais. Os nossos ‘meninos’ darão todo o suporte aos policiais militares, que quando vêm para a nossa Região não conhecem as peculiaridades”.