Praia Grande tem queda de 15% no número de acidentes de trânsito

A redução mais significativa aconteceu na Avenida Ayrton Senna com queda de 55,5% no número de acidentes (em 2012: 306 casos e em 2013: 136)

Comentar
Compartilhar
25 MAR 201419h36

O número de acidentes de trânsito em 2013 em Praia Grande apresentou queda de 15% em comparação ao ano anterior, passando de 1.796 casos em 2012 para 1.536 no último ano, segundo dados da Secretaria Municipal de Trânsito (Setran). A redução mais significativa aconteceu na Avenida Ayrton Senna com queda de 55,5% no número de acidentes (em 2012: 306 casos e em 2013: 136). Para o setor, a diminuição está relacionada às ações de orientação e fiscalização viária desenvolvidas na Cidade, além de capacitação dos agentes de trânsito, ocorridas no último ano; muitas destas atividades previstas no eixo Cidade Segura do plano de metas Avança PG.

Dos 1.536 casos, 883 foram sem feridos e 653 com vítimas, destas 14 fatais. Do total de casos, 33,6% foi caracterizado como choque (quando um veículo bate em algo parado), seguido por colisão lateral (dois veículos em movimento), com 28,2%. Dentre os condutores envolvidos nos acidentes, 74,8% eram do sexo masculino e do número total de motoristas envolvidos em acidentes, 64,2% tem de 30 a 59 anos.

Houve redução também no número de acidentes envolvendo motociclistas. Em 2012, foram 566 acidentes com motocicletas e no último ano, 469 (uma redução de 17,14%).

Em 2013 ocorreram 1.536 acidentes em Praia Grande (Foto: Divulgação/PMPG)

De acordo com o secretário de trânsito de Praia Grande, Marcelo Afonso Prado, ações de educação e orientação são alguns dos fatores para os números positivos que a Cidade apresentou em 2013. “O aprendizado gera a mudança de atitude e a adoção de comportamentos seguros resulta na melhoria da segurança no trânsito”.
A Setran comemorou ainda mais os números positivos, pois vão em contrapartida do crescimento da frota de veículos total na Cidade, que apresenta uma média de crescimento de 12,1% ao ano. Em 2012, Praia Grande contava com 104.262 carros emplacados no Município. Já em 2013, o número foi de 114.586. “Ficamos muito felizes, pois a frota aumentou 9,9% e, ainda assim, reduzimos 15% o número de acidentes”.

Além das atividades voltadas à educação dos condutores e pedestres, para o secretário, diversas outras ações estão entre os principais fatores para a redução, como a capacitação dos agentes de trânsito. “De maio a junho do ano passado, foi realizado o Estágio de Atualização Profissional para Agentes da Autoridade de Trânsito, que visou capacitar àqueles que já atuam na área. A revisão das leis de trânsito e orientações gerais que eles receberam melhorou a atuação dos nossos profissionais junto a condutores e pedestres”.

Marcelo Prado afirmou ainda que o levantamento serve como base para ações mais direcionadas de trânsito. “O primeiro passo foi reconhecer quando as ocorrências e infrações são índices de um problema maior, para podermos então compreender suas causas e efetivamente solucionar os problemas”.

A Setran tem previstas diversas ações para oferecer ainda mais segurança viária. “Para os próximos meses, estamos prevendo o aumento no número de agentes de trânsito, a revisão do sistema binário de circulação de veículos em toda a Cidade, além de manutenções e ampliação da sinalização de trânsito”, finalizou.