Praia Grande recebe exposição sobre naufrágios

A exposição pode ser visitada de terça-feira a sábado, sempre das 14 às 18 horas, até o dia 5 de março

Comentar
Compartilhar
20 DEZ 201319h12

Uma boneca do início do século XX, um punhal do século XVII e raras peças de porcelana, todos recolhidos de embarcações antigas naufragadas no Brasil, estão entre os itens expostos na mostra "Histórias, Lendas e Naufrágios da Ilhabela", que foi aberta à visitação na noite de quinta-feira (19), na Galeria Nilton Zanotti, em Praia Grande. A mostra faz parte do Museu Náutico de Ilhabela e está sendo realizada em parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e o Sistema Estadual de Museus (Sisem).

A galeria faz parte do Complexo Cultural Palácio das Artes, localizado na Avenida Presidente Costa e Silva, 1600, Bairro Boqueirão. A exposição pode ser visitada de terça-feira a sábado, sempre das 14 às 18 horas, até o dia 5 de março.

A exposição é composta por painéis, vitrines, maquete, instalações e proporcionará ao público visitante um contato direto com a história da ilha. Dentre as peças expostas na mostra, o público pode conferir itens retirados dos destroços do navio Príncipe de Astúrias (conhecido como Titanic Brasileiro, naufragado em 1916).

Mostra pode ser visitada gratuitamente até dia 5 de março (Foto: Jairo Marques/PMPG)

De acordo com o mergulhador grego Jeannis Michail Platon cerca de 200 itens dos 1500 do Museu Náutico, estão expostos em Praia Grande. “É um acervo muito interessante que conta com muitas curiosidades, peças recolhidas em naufrágios e itens obtidos junto a caiçaras”, explicou.

O mergulhador afirmou estar encantado por Praia Grande. “Esta é a minha primeira visita a Cidade e estou adorando. Conheço as praias da Região, mas somente por causa das minhas viagens de barco. O museu e os demais espaços expositivos de Praia Grande são muito bonitos e organizados. Pretendo voltar mais vezes”.

A museóloga curadora da mostra, Dina Jobst, explicou que a exposição é itinerante e, além de Praia Grande, também está sendo realizada em Cananéia. “A ideia é futuramente levar a mostra para outros Municípios, mas agora do interior do estado”.