Praia Grande e São Vicente aderem determinação e prorrogam vacinação contra gripe

O Ministério da Saúde irá prorrogar a campanha nacional até o dia 9 de junho. O esforço é para alcançar a meta de vacinação que, neste ano, é de 90%

Comentar
Compartilhar
27 MAI 2017Por Da Reportagem10h00
O esforço é para alcançar a meta de vacinação que, neste ano, é de 90%, devido à baixa adesão no período inicial da campanha que encerraria nesta sexta-feira (26)O esforço é para alcançar a meta de vacinação que, neste ano, é de 90%, devido à baixa adesão no período inicial da campanha que encerraria nesta sexta-feira (26)Foto: Matheus Tagé/DL

Quem ainda não se vacinou contra a gripe terá mais uma oportunidade de se proteger contra a doença. O Ministério da Saúde irá prorrogar a campanha nacional até o dia 9 de junho. O esforço é para alcançar a meta de vacinação que, neste ano, é de 90%. A decisão foi anunciada nesta quinta-feira (25), durante reunião da Comissão dos Intergestores Tripartites (CIT) e teve como motivo à baixa adesão do público-alvo à campanha. Na Região, Praia Grande e São Vicente aderiram à determinação do Ministério da Saúde.

A campanha publicitária, que tem como padrinho o sambista Martinho da Vila, continuará sendo veiculada em TV aberta, rádio, nos meios impresso (jornais e revistas), mídia exterior (busdoor, placas em ruas e avenidas, abrigo de ônibus, metrô), no meio online (internet e com ações nas redes sociais). Até a manhã de quinta-feira (25) foram vacinados 35,1 milhões de brasileiros. Esse total considera todos os grupos com indicação para a vacina, incluindo população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas com comorbidades. A população prioritária desta campanha, que não considera esses grupos, é de 54,2 milhões de pessoas. Desse total, 63,6% foram vacinados.

Para a 19ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, o Ministério da Saúde adquiriu 60 milhões de doses da vacina, garantindo estoque suficiente para a vacinação em todo o país. A coordenadora Nacional do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Carla Domingues, alerta sobre a importância do público-alvo se imunizar o quanto antes para evitar a gripe e seus possíveis agravamentos.

“É importante que a população da campanha se vacine neste período para ficar protegida quando o inverno chegar. A vacina demora 15 dias para fazer efeito no organismo, por isso o Ministério da Saúde planeja a campanha antes do inverno, período de maior circulação dos vírus da influenza”, destacou Carla Domingues.

Até o momento, nenhum grupo prioritário atingiu a meta de vacinação. Entre os públicos-alvo, os idosos registraram a maior cobertura vacinal, com 15,1 milhões de doses aplicadas, o que representa 72,4% deste público, seguido pelas puérperas (71,2%) e indígenas (68,6%). Os grupos que menos se vacinaram são as crianças (49,9%), gestantes (53,4%), professores (60,2%) e trabalhadores de saúde (64,2%). Além do grupo prioritário, também foram aplicadas 7,1 milhões de doses nos grupos de pessoas com comorbidades, população privada de liberdade e trabalhadores do sistema prisional.

Praia Grande

Cidade prorrogou a campanha de vacinação contra tipos de gripe sazonais e a influenza até o dia 9 de junho. A dose é disponibilizada gratuitamente em todas as unidades de Saúde da Família (Usafas) e Multiclínicas. O atendimento ocorre das 9 às 16 horas, de segunda a sexta-feira. Com a extensão do prazo final da ação, o Município aderiu à determinação do Ministério da Saúde.

São Vicente

A Campanha de Vacinação contra influenza teve início no dia 17 de abril e vem ocorrendo nas 24 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Estratégias de Saúde da Família (ESF).   

Até quarta-feira (24), ao todo, já foram imunizados mais de 34 mil munícipes, uma cobertura de 47,26%. A Sesau informa que, por orientação do Ministério da Saúde, a campanha será prorrogada até 9 de junho.