SABESP AGOSTO DESK TOPO
SABESP AGOSTO MOB

Praia do Itararé vai ganhar pista exclusiva de patinação

Prefeito de São Vicente, Pedro Gouvêa, ressalta que, assim, a população terá mais opções para a prática de esportes

Comentar
Compartilhar
22 JUL 2020Por Da Reportagem20h00
Prefeito recebeu o pedido de instalação de uma pista de patinação e se prontificou em construir o equipamento na Praia do ItararéFoto: Divulgação/PMSV

O prefeito de São Vicente, Pedro Gouvêa, recebeu os patinadores Erik e Kevin Medziukevicius Leite, que representam a Cidade e o Brasil em competições internacionais. No encontro, realizado nesta quarta-feira (22), o chefe da Administração Municipal recebeu o pedido de instalação de uma pista de patinação e se prontificou em construir o equipamento na Praia do Itararé, onde já há espaços para diversas modalidades esportivas.

Por conta disso, técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedup) foram direcionados ao local logo após a reunião. Eles vão fazer as análises necessárias para a implantação da pista.

Ao falar do futuro equipamento, Gouvêa destaca que o Itararé se torna ainda mais atrativo para a prática esportiva. “Por conta do grande número de patinadores, nos prontificamos em fazer essa nova pista. Com ela, teremos contemplado skate, patins e ciclistas dentro deste novo Itararé, que conta com novos playgrounds, iluminação, campo de futebol, beach tennis, cujo local será readaptado para também receber futevôlei. Queremos que todas as modalidades possam utilizar esse espaço”, diz, ressaltando que o local também passa por obras de reurbanização, com novo calçadão.

Atração

Erik, de 16 anos, comemora a confirmação de que São Vicente terá uma pista exclusiva para patinação. “Existem casos em que as pessoas querem conhecer o esporte, mas não têm um espaço ou com quem treinar. Assim, (o equipamento) abre portas, podendo criar futuros patinadores, o que faz o esporte crescer”, comenta o atleta, que ostenta, em seu currículo, títulos dos campeonatos Paulista, Brasileiro, Sul-Americano e Pan-Americano, além do tricampeonato da Copa de Orlando e sétimo colocado no Mundial, disputado no ano passado.

Kevin, de 12 anos, também acredita que a novidade vai fomentar o esporte. Além disso, ele destaca que treinar na praia trará vantagens em relação às quadras. “Na praia, o visual é melhor. Vai dar para patinar vendo o mar e as árvores”, frisa o patinador, que também tem títulos estadual, nacional, sul-americano e pan-americano, além de um tricampeonato da Copa de Orlando.

Boa para a família – Pai dos dois atletas de patinação artística e professor da modalidade, Rogério Medziukevicius Ferreira Leite afirma que o espaço vai ser um atrativo para as famílias. “Com esta pista, vamos trazer a família para a orla, porque a patinação é um esporte agregador. O pai virá com filha ou o avô com a neta...”.

Seguindo linha de raciocínio parecida com a do marido, Soraya Medziukevicius, que também é professora do esporte, cita que a patinação “é uma modalidade sem prazo de validade. Crianças de 3 anos começam (a praticar) e gente com 70 anos continua patinando. É um esporte para todos”.

Ela reforça que a pista será positiva para quem compete. “A Baixada é muito forte na patinação. A maioria dos atletas que representam o País são daqui”.