PPS vai pedir informações ao governo sobre Estado Islâmico

Como traz o Estadão em sua edição de hoje, os órgãos de inteligência detectaram pelo menos dez brasileiros convertidos, que estariam atuando nas redes sociais

Comentar
Compartilhar
22 MAR 201515h35

O líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR), informou há pouco por meio de nota que pedirá informações ao governo sobre a atuação do Estado Islâmico no País. Como traz o Estadão em sua edição de hoje, os órgãos de inteligência detectaram pelo menos dez brasileiros convertidos, que estariam atuando nas redes sociais. O Planalto já recebeu relatórios sobre o assunto e a Casa Civil está coordenando as discussões internas.

"Este é um tema que deve unir Executivo, Legislativo e o Judiciário porque, sem debate e sem estratégia conjunta, não é possível somar forças para enfrentar esta eventual ameaça", comentou o deputado. "O Congresso precisa estar envolvido até para fazer as alterações necessárias no nosso ordenamento jurídico, visando fortalecer as instituições."

Ele informou ainda que pedirá esclarecimentos à Autoridade Pública Olímpica (APO) sobre os protocolos de segurança.