Portela quer autorização para repetir paraquedistas no desfile de amanhã

A Anac abriu procedimento administrativo para apurar o uso de veículos aéreos não tripulados (vants), conhecidos como drones, pela escola de samba durante o desfile do dia 16

Comentar
Compartilhar
20 FEV 201516h23

A direção da Escola de Samba Portela informou hoje (20) que está tentando autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Aeronáutica para repetir amanhã (21), no Sambódromo, os saltos de paraquedistas no Desfile das Campeãs.

O uso de paraquedistas no desfile da última segunda-feira (16) é alvo de investigação da Anac.

A Anac também abriu procedimento administrativo para apurar o uso de veículos aéreos não tripulados (vants), conhecidos como drones, pela escola de samba durante o desfile do dia 16. Conforme a agência, a Portela não pediu autorização para utilizar os equipamentos.

O uso de paraquedistas no desfile da última segunda-feira (16) é alvo de investigação da Anac (Foto: Gabriel Santos/ Riotur)

A direção da Portela informou que utilizou 35 drones, dos quais 32 pesavam apenas oito gramas e não voavam a mais que cinco metros de altura. Entre os drones maiores, dois pesavam aproximadamente dois quilos. A águia abre-alas, o maior deles, pesava quatro quilos. A Portela não informou se pretende voltar a usar os drones amanhã.

A escola, que é a maior campeã da história do carnaval carioca, não ganha um título há 31 anos. Este ano, a agremiação ficou em quinto lugar no Grupo Especial.