População ignora restrição e curte a Orla de Santos

Santistas aproveitam também para correr agora pela avenida, em meio aos carros

Comentar
Compartilhar
04 ABR 2020Por Da Reportagem11h40
Imagens foram feitas na manhã deste sábadoFoto: Diário do Litoral

É possível afirmar que parte da populção de Santos não está respeitando o decreto do prefeito Paulo Alexandre Barbosa. Na noite de ontem (3), o chefe da Adminsitração Municipal definiu que o acesso aos calçadões das praias de Santos seria restringido a partir deste sábado (4). A medida tem como objetivo diminuir o acesso da população ao local e evitar aglomerações.

A reportagem do Diário do Litoral pode constatar que pessoas continuam fazendo atividades físicas e passeando pelo calçadão, assim como pela ciclovia, que também teria o acesso restringido. Ações da Guarda Municipal para retirar pessoas do local também foram detectadas pela Reportagem. Há também quem tenha decidido apenas caminhar pela calçada em frente aos prédios da orla.

Para impedir a circulação de pedestres, grades foram posicionadas ao longo das calçadas de todas as praias de Santos. Além disso, uma força-tarefa reunindo profissionais de diversas secretarias municipais atua em toda a extensão do calçadão para fiscalizar e impedir que pessoas decidam caminhar pelo trecho e, com isso, desrespeitem as medidas de quarentena adotadas em todo o Estado de São Paulo desde o início da segunda quinzena de março.

Fitas zebradas também são utilizadas para demarcar as áreas em que o acesso passará a estar proibido e carros de som deverão circular pelas ruas dando avisos à população sobre as novas determinações.