População da Baixada Santista deve economizar água e evitar o desperdício

Baixos índices pluviométricos ocasionaram a redução no volume dos rios que abastecem a região; As altas temperaturas causaram o aumento de consumo de água

Comentar
Compartilhar
08 FEV 201411h31

A Sabesp solicita a moradores e turistas da Baixada Santista que economizem a água e evitem o desperdício. A falta de chuva, desde o último dia 17 tem causado a redução do volume dos rios que fornecem água bruta para tratamento e distribuição à população.

Em janeiro, quando a média histórica de chuvas registrada nas nove cidades é de 256 milímetros, os índices pluviométricos chegaram 171 milímetros; e as próximas precipitações estão previstas para acontecer somente a partir do próximo dia 20. Ou seja, mais de um mês de tempo seco e quente.

Além disso, as altas temperaturas – que superam 40 graus -, aumentaram significativamente o consumo de água. Este é o verão mais severo em 17 anos na região, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o que tem causado baixo nível dos rios de captação das cidades de Bertioga, Cubatão, Guarujá, Santos e São Vicente.

A região tem registrado um gasto médio de 350 litros de água tratada por habitante/dia, enquanto a Organização das Nações Unidas (ONU) recomenda 110 litros diários como suficientes para higiene pessoal, hidratação e alimentação. Ou seja, mais que o triplo do recomendado está sendo utilizado pela população, inclusive em áreas onde a Sabesp não pode atuar devido às restrições legais - um contingente que na região está estimado em 300 mil pessoas se abastecendo de maneira irregular.

A Sabesp solicita a moradores e turistas da Baixada Santista que economizem a água e evitem o desperdício (Foto: Matheus Tagé/DL)

Segundo Climatempo, a maior empresa de meteorologia da América Latina, a previsão é que as chuvas voltem a acontecer somente a partir do dia 20 de fevereiro.

Devido o cenário atual, a Sabesp pede a colaboração da população para evitar o desperdício e economizar água.

A empresa recomenda as seguintes dicas:

- Escove os dentes com a torneira fechada e use um copo de água para bochechar;

- Tome banhos curtos, de 3 minutos, fechando o registro ao ensaboar-se;

- Retire os restos de comida dos pratos e abra a torneira somente ao enxaguar as louças;

- Não use mangueiras para limpar quintais e calçadas, utilize apenas a vassoura;

- Não lave carros;

- Procure utilizar a máquina de lavar roupas em toda a sua capacidade;

- Verifique as instalações hidráulicas internas do imóvel, evitando vazamentos.

Faça a sua parte. Economize água e evite o desperdício.