Governo SP

Ponte Pênsil completa 105 anos na próxima terça-feira

Marco histórico da Cidade foi inaugurado em 21 de maio de 1914

Comentar
Compartilhar
22 MAI 2019Por Da Reportagem18h27
São 105 anos de um dos patrimônios mais importantes da Baixada SantistaFoto: Nair Bueno/DL

Marco de uma história e um dos mais belos símbolos de São Vicente, a Ponte Pênsil completa, nesta terça-feira (21), 105 anos de muitas travessias. Uma data importante para o calendário da Cidade, que, no dia 21 de maio de 1914, uniu a Ilha ao Continente, inaugurando uma nova etapa para o desenvolvimento vicentino.

São 105 anos de um dos patrimônios mais importantes da Baixada Santista e que no dia de sua inauguração contou com a presença de Washington Luís Pereira de Souza, então prefeito de São Paulo. A Ponte Pênsil começou a ser construída em 1912 e faz parte das obras realizadas na região pelo engenheiro Saturnino de Brito.

A presença do engenheiro sanitarista carioca, inclusive, foi fundamental na região, que vivia uma série de epidemias à época, sobretudo de malária. Com um projeto inovador e reconhecido mundialmente, Saturnino de Brito projetou uma série de obras, que incluíam os canais de Santos e a Ponte Pênsil, construída para garantir o escoamento sanitário da Ilha de São Vicente.

Por isso, a importância da Ponte Pênsil não se resume apenas ao fator de integração da região, mas, principalmente, de salvar vidas.

Em 1910, Saturnino já havia elaborado a planta de urbanização de Santos, que incluía um plano complexo, de esgotos através de estações elevatórias, cujo despejo inicial seria numa estação terminal, onde hoje é o bairro do José Menino.

Havia, no entanto, a necessidade de se levar o esgoto mais adiante na ilha de São Vicente. Saturnino de Brito optou por levar o esgoto até a ponta do Morro de Itaipú, no atual município de Praia Grande. Isso exigia a construção de uma ponte sobre o Mar Pequeno. Esta teria de ser capaz de suportar pesada tubulação. Diante dessa necessidade surgiu uma das maiores obras de engenharia brasileira, a Ponte Pênsil. 

Após minuciosos estudos e aval do presidente de São Paulo, Dr. Francisco de Paula Rodrigues Alves, o material para a construção foi encomendado à Casa Augusto Klônne Dortoneud, na Alemanha. Em 17 de fevereiro de 1911 foi assinado o contrato com a firma Trajano de Medeiros, do Rio de Janeiro, para execução da obra.

A Ponte Pênsil, inaugurada em 21 de maio de 1914, criou uma nova realidade para o Litoral Sul, tornando-se responsável pela expansão urbanística da região. Tombada pelo Condephaat em 30 de abril de 1982, a Ponte Pênsil, com 180 metros sobre o Mar Pequeno e torres de 23 metros de altura (8 metros enterrados no mar), sustenta a tubulação de aço (escoamento de esgoto) que salvou a região das epidemias.

Com o tempo, a obra ganhou ainda mais notoriedade por sua missão de ligar a Ilha de São Vicente ao Continente, transformando-se em Cartão postal da Célula Máter e do Brasil

Colunas

Contraponto