Policiamento é reforçado nas praias do Rio de Janeiro

Para evitar arrastões, Polícia revista passageiros de ônibus. O reforço visa evitar novas ocorrências de arrastões, como os registrados na semana passada

Comentar
Compartilhar
24 NOV 201310h52

A Polícia Militar do Rio começou a revistar passageiros de ônibus que passam pelas praias da zona sul do Rio de Janeiro em busca de armas e de menores de idade desacompanhados, que deverão ser encaminhados ao Conselho Tutelar.

O patrulhamento na orla foi reforçado com 600 homens, incluindo efetivo do Batalhão de Choque que atuará desde a descida dos banhistas nos pontos de ônibus do Leme, de Copacabana, de Ipanema e do Leblon.

Haverá policiamento em todos os finais de semana e Para evitar arrastões, Polícia revista passageiros de ônibus praias do rio feriados, das 9 às 19h, até o fim do verão. O reforço visa evitar novas ocorrências de arrastões, como os registrados na semana passada.

Os militares vão patrulhar areias e calçadões com motocicleta, quadriciclo e viaturas convencionais. Uma delegacia móvel foi montada na Praia de Ipanema para atender aos banhistas vítimas de roubo ou furto.

Patrulhamento na orla é reforçado com 600 homens da PM e do Batalhão de Choque (Foto: Tania Rego/Agência Brasil)

A Prefeitura do Rio iniciou uma operação especial de verão e aumentou a frota de ônibus que passam pela orla, para evitar a superlotação. A ação será repetida nos fins de semana e feriados, em especial aos domingos, até o fim da alta temporada, no dia 9 de março.

Devido ao tempo frio, ontem, e à previsão de chuva para o fim de semana, pouca gente apareceu na orla.

Ondas de até 2,5 metros devem atingir o litoral do Rio de Janeiro, de acordo com o Centro de Hidrografia da Marinha.