Pista que vai até a divisa com São Vicente deve ser entregue em dezembro

Segundo o secretário de Obras, a pista terá 700 metros de extensão

Comentar
Compartilhar
03 MAR 201318h24

As obras de construção da ciclovia no trecho que compreende a orla da praia do José Menino até a divisa com a cidade de São Vicente, começaram na manhã de ontem. O início dos trabalhos da pista que fará a interligação com a orla, a divisa e com a ciclofaixa da Avenida Francisco Glicério foi vistoriado pelo prefeito João Paulo Tavares Papa, o secretário de Obras e Serviços Públicos de Santos (SEOSP) Antonio Carlos Gonçalves e pelo presidente da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos), Rogério Crantschaninov.

Segundo o secretário de Obras, a pista terá 700 metros de extensão, sendo 500 metros no trecho que vai da região do Emissário Submarino até a divisa e mais 200 metros, a partir do canal 1 até a Avenida Francisco Glicério. Na orla, devido aos prédios situados na faixa de areia, a ciclofaixa será construída paralela ao canteiro central, onde terá dois metros de largura. O canteiro será divido em dois, com 80 cm de largura cada, para passeio dos pedestres.

Gonçalves afirmou que as obras devem ser concluídas “até meados de dezembro” e tem um custo de R$ 1,2 milhão. “A Agem (Agência Metropolitana da Baixada Santista) custeará 70% desse valor e a Prefeitura, 30%. As obram incluem além da pavimentação das pistas, sinalização, paisagismo e iluminação”.

A obra inclui ainda a construção de baias para ônibus no ponto da Divisa (sentido São Vicente/Santos). para as baias, a calçada será reduzida em 60 cm “para que os ônibus não fiquem parados no meio da rua”. De acordo com o secretário, a calçada no ponto de ônibus ficará com 2,40 metros. “As obras devem levar cerca de 15 dias. Por enquanto, o ponto funcionará no bolsão em frente ao Emissário”.

Trânsito

Em virtude das obras, a CET-Santos fez alterações no sistema viário, entre o Emissário Submarino e a Divisa com São Vicente. A faixa de rolamento à direita da Av. Presidente Wilson está reservada com cavaletes devido a construção de baias de circulação de ônibus. Também o ponto de táxis que funciona nesse sentido da avenida foi transferido para o lado oposto (sentido Santos/São Vicente).

Como os veículos que trafegam no sentido São Vicente/Santos da Av. Presidente Wilson passarão a utilizar apenas três faixas de rolamento (ao invés das quatros de hoje), a CET vai alterar o tempo dos semáforos, de forma a garantir a fluidez. As mudanças serão realizadas diretamente pela Central Semafórica da CET, com o auxílio do Sistema Informatizado de Monitoramento (SIM), que apontará os pontos de lentidão do trânsito.