Piloto da Germanwings teria ficado preso fora da cabine antes de acidente

Os investigadores tentam descobrir por que o avião entrou em descida não autorizada, da altitude de cruzeiro de 38 mil pés

Comentar
Compartilhar
26 MAR 201509h25

Um dos dois pilotos do Airbus A320 da Germanwings, que caiu nos Alpes franceses na terça-feira, saiu da cabine pouco antes de o avião começar a descer, segundo duas pessoas que tiveram acesso às informações recuperadas de uma das caixas pretas do da aeronave.

Aparentemente, os tripulantes não conseguiram entrar novamente na cabine porque a porta estava fechada, disse uma das fontes, confirmando relatos anteriores publicados pelo jornal New York Times e por outras publicações. As fontes pediram para não ser identificadas porque não têm autorização para falar sobre as investigações.

Os investigadores tentam descobrir por que o avião entrou em descida não autorizada, da altitude de cruzeiro de 38 mil pés. A descida levou ao choque com uma das montanhas 10 minutos mais tarde.

A descida levou ao choque com uma das montanhas 10 minutos mais tarde (Foto: AP Photo/Associated Press/Estadão Conteúdo)

Investigadores disseram na quarta-feira que retiraram informações do gravador de voz da cabine. São conversas e outros sons, segundo informou Rémi Jouty, diretor da agência de investigação de acidentes aéreos francesa, a BEA. Ele afirmou que ainda não há explicações para o acidente.

"Pode-se ouvir os pilotos falando alemão nas gravações", disse um funcionário alemão, que recusou-se a informar o que aconteceu na cabine.